Cruz Machado desenvolve ações em unidades de referência no cultivo de erva-mate

ervamate-cruzmachado-producao
(Foto: Assessoria).

Com o objetivo de contribuir no desenvolvimento da agricultura familiar no município, Cruz Machado está desenvolvendo importantes ações com unidades de referência no cultivo de erva-mate. A ação é uma parceria entre Prefeitura de Cruz Machado, Cooperativa Coopafi, Ervateira Baldo e Sindicato dos Trabalhadores Rurais.

São três unidade que compõem o projeto. As propriedades selecionadas que receberam as unidades de referência são: do agricultor Eugênio Kovalczik, na Linha dos Couros; do produtor Lauro Naumiuk, na comunidade Linha Palmital; e do agricultor Osmar Kseniuk, na 6ª Vicinal Vitória. São plantações com aplicação de técnicas diferenciadas. Na Linha dos Couros a plantação é de erva-mate nativa, com sombras e ao sol aberto; na comunidade Palmital a erva-mate é toda plantada e sombreada; na comunidade Vitória a erva-mate é plantada e ao céu aberto.

O projeto tem como objetivo a recuperação, implantação e manejo dos ervais. São realizadas análises de solo de adubação e podas, em breve serão promovidos dias de campos para os agricultores, com o propósito de repassar as técnicas utilizadas e os resultados alcançados. “Com o desenvolvimento de todas essas ações, estaremos aumentando a produção de erva-mate com mais qualidade em Cruz Machado”, comenta o secretário de Agricultura e Meio Ambiente, Silmar Kazenoh.

A criação das unidades de referência tem como objetivo melhorar a qualidade da produção, analisar períodos e técnicas de poda e a forma correta para realizar os procedimentos de produção. Nas áreas de plantio de erva-mate serão realizadas podas de acordo os procedimentos já realizados pelos produtores e também a poda através de um novo sistema, para que possam ser comparadas as técnicas na prática.

O município de Cruz Machado é reconhecido nacionalmente como o maior produtor de erva-mate do Brasil. Segundo dados da Secretaria Municipal da Agricultura, Secretaria da Agricultura e do Abastecimento do Paraná (Seab) e Departamento de Economia Rural (Deral), somente em 2014 a área de plantação da erva-mate foi de seis mil hectares e a produção de 75 mil toneladas. Segundo dados prévios levantados, o valor gerando em 2014 e de 2015 deve ultrapassar R$ 200 milhões. A erva-mate é uma das culturas mais importantes para o desenvolvimento no município.

0 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta