Cresce em 5,8% número de postos de trabalho em Canoinhas

Canoinhas tem avançado quando o assunto é a geração de postos de trabalho. E a comprovação veio com a publicação da Relação Anual de Informações Sociais (Rais), divulgada pelo Ministério do Trabalho. O relatório mostra os bons resultados do município em 2017. Canoinhas é destaque positivo em Santa Catarina com o aumento de 5,8% na criação de vagas formais.

“Mesmo durante as maiores crises, tivemos desempenho em evidência. Isso se deve muito à política de incentivos adotada pela gestão Beto Passos, priorizando a valorização de nossas empresas, o crescimento endógeno e trabalhando a sintonia com as entidades empresariais. Com a passagem da turbulência política, e a retomada da confiança pelos nossos empresários e investidores, podemos esperar um 2019 promissor”, destaca o secretário de Desenvolvimento Econômico de Canoinhas, Paulo Machado.

A Rais é um cadastro administrativo, de âmbito nacional, periodicidade anual e declaração obrigatória para todos os estabelecimentos do setor público e privado. Dentre as microrregiões com expansão positiva, as de Blumenau (+5.242), Itajaí (+7.935) e Joinville (+9.849) tiveram os maiores saldos, perfazendo mais de 60% do saldo Estadual. Em termos relativos, os destaques positivos ficam com Canoinhas (+5,8%), Tijucas (+4,7%) e mais uma vez Itajaí (+3,9%). De acordo com a Rais, em 2017 o total de vínculos formais de trabalho de Canoinhas foi de 49.551.

Neste ano, Canoinhas continua na mesma crescente. De acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), o município contratou mais do que demitiu em 2018 tendo saldo positivo de 200 empregos formais até outubro deste ano.

Políticas

A mudança administrativa do Município tem contribuído com a geração de empregos. O governo municipal está combatendo prática comum em Canoinhas: a cessão de uso de imóveis para empresas que não utilizam efetivamente as áreas para o fim inicialmente pretendido. “Desde o ano passado estamos realizando uma força tarefa para identificar os terrenos que estão sendo utilizados de forma incorreta e buscando a reversão destes imóveis”, comenta Machado.

O prefeito Beto Passos destaca os avanços nesta área. “Fizemos várias reversões de imóveis e temos outras oito áreas em fase de restituição, seja por via administrativa ou judicial”. Cinco imóveis foram licitados e agora poderão ser usados por empresas para ampliação de seus negócios. “Somente em dois terrenos licitados para duas empresas devem ser criados algo em torno de 100 postos de trabalho”, expõe.

No início deste ano, o Governo do Município recebeu a confirmação de que aproximadamente 100 novas vagas serão abertas em Canoinhas no próximo ano. As oportunidades serão criadas pela Brasnile, indústria do setor madeireiro, com sede em Três Barras, que adquiriu parte dos bens penhorados da Empresa Industrial e Comercial Fuck S/A em leilão. A empresa deve fabricar lâminas e compensados em um dos barracões onde funcionava a Fuck, no bairro Industrial I.

0 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta