Cohapar estuda construção de casas populares sustentáveis

(Foto: Assessoria).
(Foto: Assessoria).

Preocupada em reduzir os impactos ambientais durante e após a construção de novos conjuntos habitacionais no Paraná, a Cohapar e o Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar) pretendem estabelecer um convênio de cooperação técnica para a criação de um novo modelo construtivo de casas populares mais sustentáveis.

As etapas iniciais deste trabalho conjunto foram discutidas em uma reunião nesta terça-feira (6) entre o presidente da companhia, Abelardo Lupion, o secretário estadual de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, João Carlos Gomes, e o diretor de Desenvolvimento Tecnológico do Tecpar, Reginaldo Joaquim de Souza.

RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL – O objetivo dos órgãos é desenvolver um projeto alternativo que gere menos impactos ambientais ao mesmo tempo em que forneça qualidade construtiva e conforto aos futuros moradores. Um dos maiores desafios, segundo Lupion, é conciliar a inovação tecnológica com a limitação dos custos de forma a viabilizar os projetos.

“Vamos começar a estudar as diferentes tecnologias construtivas e suas características particulares para definir quais as melhores opções disponíveis no mercado a um preço acessível”, comenta o presidente da companhia. “Dessa forma, conseguiremos conciliar a responsabilidade ambiental com resgate social promovido pelos projetos de habitação popular”, conclui Lupion.

Um dos primeiros passos, de acordo com o secretário de tecnologia, é a construção de protótipos para análise e comparação dos resultados. “Dessa forma, será possível estabelecer qual a melhor opção a ser usada como modelo para futuros projetos habitacionais financiados pelo Governo do Paraná”, argumenta Gomes.

Participaram da reunião o diretor de Programas e Projetos da Cohapar, Orlando Agulham Junior, o superintendente de Relações Institucionais da companhia, João Naime Neto, técnicos da Cohapar e Tecpar.

0 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta