Honraria máxima de União da Vitória são outorgadas a Juiz e Promotor da comarca

Carlos Mattioli e Julio Ribeiro de Campos Neto, cidadãos honorários de União da Vitória

titulo (5)A Câmara de vereadores de União da Vitória realizou Sessão Solene no auditório Edson Aires, na Uniguaçu, nesta quinta-feira, 29, para outorga de títulos de Cidadão Honorário para o Dr. Carlos Eduardo Mattioli Kockanny, Juiz de Direito no Estado do Paraná há quatorze anos e para o Dr. Julio Ribeiro de Campos Neto, que atua no Ministério Público como Promotor de Justiça da Criança e do Adolescente.

A Honraria teve a proposição dos treze vereadores de União da Vitória e faz jus ao trabalho desenvolvido Por Mattioli e Campos Neto na comarca de união da vitória. Ambos, há anos, além das funções inerentes aos seus respectivos cargos, realizam importantes ações comunitárias em todos os municípios da região, notadamente na área da educação, com destaque para o projeto que visa a redução da evasão escolar.

Centenas de pessoas, entre magistrados, autoridades civis, militares e eclesiásticas, além dos familiares dos homenageados ocuparam o local da sessão solene. O ato, levou às lagrimas familiares e amigos dos cidadãos honorários de União da Vitória.

O juiz Carlos Eduardo Mattioli Kockanny se disse muito feliz e honrado com a homenagem. “Essa homenagem confirma a nossa proximidade com o povo. Via de regra o juiz fica fechado em seu gabinete, proferindo sentenças com qualidade, atendendo as partes nas audiências, mas a gente sabe que isso não resolve a vida das pessoas, o judiciário é um ambiente muito frio, rígido e formal Isso sempre me incomodou, e nós buscamos ao longo do tempo mecanismos para que a população troque o medo do judiciário pelo diálogo”, disse afirmando que isso certamente foi um fator importante para o reconhecimento por meio da honraria outorgada.

Mattioli, como é conhecido, se tornou celebridade, por deixar o paletó de lado e implantar programas sociais eficientes de combate a evasão escolar, mediações de conflitos familiares e a busca da estruturação familiar em benefício de crianças jovens e idosos.

titulo (2)Outro homenageado com o Título de Cidadão Honorário de União da Vitória é jovem, popular, e se destaca dentro do Ministério Público da Comarca de União da Vitória pela sua informalidade e proximidade com o cidadão comum. Julio Ribeiro de Campos Neto (ao lado), ou Julinho como é conhecido, tem trânsito fácil no judiciário e junto com o Juiz Mattioli, realiza um dos maiores trabalhos sociais da história da comarca, no combate à evasão escolar e na área de direto das crianças, adolescentes e de assuntos de família.

Apesar de sua jovialidade, o currículo do promotor é invejável. “Hoje é um dia único e marcante na minha vida, estou emocionado porque desde que eu entrei no MP, com essa maravilhosa equipe, compartilhamos que antes de tudo somos servidores públicos. Essa homenagem dos vereadores, que representam toda a comunidade de União da Vitória, mostra que estamos no caminho certo”, disse. Julinho brinca que com o título, veio a sentença de sua adoção formal pelo município de União da Vitória.

Quem é o Juiz Mattioli

titulo (1)Juiz de Direito no Estado do Paraná há quatorze anos, titular da Vara da Família e Sucessões, Infância e Juventude, Registros Públicos, Acidentes do Trabalho e Corregedoria do Foro Extrajudicial da Comarca de União da Vitória desde 2005. Atualmente também coordena o CEJUSC – Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania da Comarca. Formado pela Faculdade de Direito de Curitiba em 1999, lecionou na Escola da Magistratura do Paraná e na Uniguaçu, sendo nesta última, coordenador do Curso de Direito.

É especialista em Direito Processual Civil pela Universidade do Contestado de Porto União/SC, e em Tendências Criminológicas Contemporâneas pela Universidade de Hamburgo-Alemanha. Integrante na atual gestão da Diretoria da Amapar – Associação dos Magistrados do Paraná, como Presidente da Comissão de Direitos e Prerrogativas, função a qual foi exercida também na gestão 2011/2013 da AMB – Associação dos Magistrados Brasileiros. Autor dos Projetos Sociais CONFIAR, que visa a escuta humanizada psicológica de crianças e adolescentes vítimas de violência sexual, e o “Combate à Evasão Escolar”, indicado pela Associação dos Magistrados do Paraná como uma “Boa Prática” a ser seguida pelos Juízes Paranaenses. Recebeu em setembro de 2016 o prêmio JUS XXI do Tribunal de Justiça do Paraná, pelos 15 projetos de cidadania desenvolvidos na Comarca de União de Vitória/PR.

Quem é o promotor Julinho?

Despojado de paletó, gravata e assessórios comuns à classe, Julinho também não gosta de se apresentar por meio de currículo. Depois de pesquisar muito, o Portal VVale, conseguiu juntar informações para desenhar um breve currículo do promotor Homenageado. Promotor de Justiça no estado do Paraná desde 2000. Pós-graduado em Direito da Criança e do Adolescente e Direito Processual Penal pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Julio Ribeiro de Campos Neto é graduado pelo Curso em Direito Americano para Promotores de Justiça, Juízes e Advogados Brasileiros da Universidade da Flórida, Faculdade de Direito Levin. Membro da Associação de Magistrados e Promotores de Justiça da Infância, Juventude e Família do Estado do Paraná.

0 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta