Projeto Ecolacre já entregou mais de 23 equipamentos de saúde

Parceria entre Ecovale,  Rotary Club Porto União – União da Vitória e Rede Feminina está movimentando Vale do Iguaçu

 

prioridadeJuntar os lacres  das latinhas de bebidas tem se tornado muito mais que um hábito benéfico para o meio ambiente. Na realidade, os lacres se transformaram em uma ação social. No Vale do Iguaçu,  um projeto desenvolvido pela empresa Ecovale Tratamento de Resíduos Urbanos, em parceria com o Rotary Club Porto União – União da Vitória e Rede Feminina de Combate ao Câncer, está arrecadando lacres e convertendo-os em equipamentos de saúde. Com o nome Ecolacre, os representantes do projeto estiveram, essa semana, na reunião do Rotary onde receberam muitas garrafas pets cheias de lacres. “Ao entregar simbolicamente esses lacres, queremos incentivar e agradecer as pessoas que estão colaborando com o projeto. São muitos anônimos que ajudam e fortalecem essa ideia”, falou a presidente do Rotary, Renate Ihlenfeld (ao centro na foto). Além disso, ela destaca a participação especial do Grupo Escoteiro Iguaçu e também do Rotaract, que ajudaram na arrecadação dos lacres nos últimos meses.

Camila Antunes de Lima e André Luiz Soares estavam representando a Ecovale e agradeceram pela parceria de toda a comunidade. “Quantas pessoas são beneficiadas! Nós podemos não conhecer essas pessoas que recebem as cadeiras vindas do projeto, porém sabemos que estamos fazendo a diferença para elas”, disse, com felicidade, Camila. Ela explica que o sucesso do projeto está cada vez maior graças ao envolvimento das pessoas. Desde que iniciou o projeto, em 2017, já foram arrecadas 615 garrafas pets cheias de lacres e , com isso, comprados 23 equipamentos de saúde, como cadeiras de roda, muletas e cadeiras de banho. Segundo ela, os lacres arrecadados são vendidos e, com esse valor, são comprados os equipamentos.

O envolvimento e objetivos do Rotary são os mesmos deste projeto encabeçado pela Ecovale, isto é, com foco social. “Vocês estão fazendo com que a sociedade possa “dar de si antes de pensar em si, que é o grande lema do Rotary”, diz o médico rotariano, Ary Carneiro Júnior.

Para colaborar com o projeto, basta levar seus lacres em um dos parceiros do projeto. Acesse a lista dos parceiros em www.ecolacre.com.br

 

Veja quantas garrafas  cheias de lacre é preciso para conseguir comprar os equipamentos de saúde:

6a48e273-09e1-46f2-be0f-f2fab139535d

0 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta