Mario Patruni

Em dia com a notícia

Em Dia Com a Notícia – 06 de Dezembro de 2016

Trabalhando

EmXdiaXcomXaXNotXXciaX-XBifXXoO vereador de Porto União, Carlos Roderlei Pinto (Polaco do Bifão), presidente do diretório municipal do Partido da República (PR) reeleito para exercer seu quarto mandato no legislativo municipal, esteve na semana passada, em Florianópolis, onde participou de uma reunião de trabalho com o Deputado Estadual Mauricio Eskudlark, líder do PR na Assembléia Legislativa, Deputado Federal Jorginho Mello, Presidente Estadual do PR, empresário Nilson Berlanda, suplente de deputado estadual, e o vereador Alceu Jung,  presidente do legislativo municipal, que está deixando o DEM, para ingressar no PR. Na pauta de trabalho, Bifão, solicitou apoio das lideranças do seu partido, para a liberação de recursos estaduais e federais para o município de Porto União.

Conversaram

O prefeito eleito de Porto União, Eliseu Mibach (PSDB), juntamente com seu vice- prefeito, Percy Storck (PSD), participaram na semana passada, do 1º Encontro Regional do Planalto Norte Catarinense, que foi realizado na cidade de Mafra, e contou com a presença do governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo. A dupla, conversou com Colombo, e o governador acenou que o governo vai manter as ações de investimentos em Porto União, e ficou acertado que após a posse, irá receber os dois em Florianópolis, para uma conversa mais concreta.

Humor carioca

Após a prisão do ex- governador do Rio de Janeiro, Anthony Garotinho, circulou uma piada na internet, na forma de diálogo entre mãe e filho.

– Mamãe, lá no Rio se rouba desde garotinho?

– Não, meu filho. Se rouba desde Cabral.

Desaprovou

O vereador Gildo Masselai (PSDB),  reeleito com 752 votos, para exercer seu  terceiro mandato no legislativo municipal de Porto União, teve sua prestação de contas da campanha eleitoral, reprovada pela justiça eleitoral. O vereador já entrou com recurso, recorrendo da decisão.

Janeiro vermelho

Outubro Rosa já passou, orientando as mulheres sobre a importância de se prevenir sobre o câncer de mama. O mês de novembro, orientou os homens, sobre o câncer de próstata. E, em breve, virá o janeiro vermelho, quando nosso minguado orçamento entra no negativo, com o pagamento do IPVA, IPTU, matriculas escolares, boletos das compras do Natal, material escolar, etc.  Importante dizer, que o esfolado brasileiro, trabalha quatro meses por ano, somente para pagar impostos, sejam eles, municipais, estaduais ou federais.

Posse

Está marcada para o dia 1º de janeiro, no Auditório da Uniguaçu, as 10 horas da manhã, a posse do prefeito eleito de União da Vitória, Santin Roveda, (PR), seu vice- prefeito, Bachir Abbas (PSDB) e dos treze vereadores. Após a cerimônia de posse, os vereadores, se dirigem até a Câmara Municipal para a eleição da nova mesa diretora da Casa, com um mandato de dois anos.

Disseram…

“O mal de quase todos nós é que preferimos ser arruinados pelo elogio, a ser salvo pela crítica.” Norman Vincent Peale.

Em Dia Com a Notícia – 29 de Novembro de 2016.

Equipe definida I

JantarXEliseuO prefeito eleito  de Porto União, Eliseu Mibach ( PSDB ), reuniu na semana passada, em uma Pizzaria, seus principais colaboradores da campanha vitoriosa, para um encontro de confraternização e agradecimento pelo empenho e dedicação durante o processo eleitoral. Mibach, já confirmou os nomes da professora Aldair W. Muncinelli, como a titular da pasta da secretaria da Educação, do engenheiro civil Roberto Domit de Oliveira, na secretaria de Obras, o dentista Marivaldo dos Reis, na secretaria da Saúde, o Coronel da Reserva,Miguel Chokailo Neto, na secretária da Administração, a Contadora Sofia Opkid, na secretaria das finanças, e o vice- prefeito Percy Storck na secretaria de Desenvolvimento Sustentável.

Equipe definida II

A princípio, por questão econômica, Eliseu Mibach, deve administrar o município, com apenas seis secretarias, sendo que alguns secretários deverão atuar como voluntários sem receber salários. Os primeiros nomes anunciados por Mibach, são pessoas experientes, e com relevantes serviços prestados á comunidade. A professora Aldair W. Muncinelli, já exerceu a presidência do Conselho estadual da Educação de Santa Catarina – sendo a primeira mulher a ocupar esse importante cargo – além de ter sido vereadora, e concorrido ao senado federal com uma excelente votação. Roberto Domit de Oliveira, é engenheiro civil, funcionário aposentado do DER catarinense, possui uma empresa que presta consultoria técnica, para grandes empresas, exerceu  por três mandatos o cargo de vereador no município, e tem como principio, o zelo e a transparência no trato com o bem público.

Equipe definida III

O dentista Marivaldo dos Reis, que vai administrar a importante secretaria municipal da Saúde, é Coronel da Reserva do Exercito, e já trabalhou na área da saúde na Prefeitura de União da Vitória, Miguel Chokailo Neto, que vai comandar a secretaria da Administração, também é Coronel da Reserva da Polícia Militar Catarinense, e já comandou vários Batalhões da Policia Militar. A contadora pública Sofia Opkit, tem larga experiência no cargo, e presta serviços nas prefeituras de Porto União e União da Vitória, Já o vice- prefeito eleito Percy Storck, que vai comandar a pasta da secretaria do Desenvolvimento Econômico Sustentável é  empresário.

Dura realidade

Passado a euforia da vitória, os prefeitos eleitos, vão ter que se deparar, a partir do dia 1º de janeiro, com uma dura realidade e um grande desafio: A difícil situação econômica das Prefeituras, em decorrência da profunda recessão que assola o país, e também, porque os atuais governantes não se prepararam para enfrentá-las. A PEC que vai controlar os gastos do governo federal, vai implicar na redução drástica de recursos que poderiam ser liberados para estados e municípios. Por isso, vai ser fundamental, a redução das despesas e o incremento de receitas, sem esfolar o já combalido contribuinte. O quadro é negro, e, ao que parece , os novos prefeitos vão ter encarar e se adaptar a essa dura realidade, ou irão sangrar durante os quatro anos dos seus mandatos.

Disseram…

“Se você agir sempre com dignidade, talvez não consiga mudar o mundo; mas será um canalha a menos.”

John F. Kennedy, Ex. presidente dos EUA.

 

 

 

 

 

 

Em Dia Com a Notícia – 22 de Novembro de 2016.

Força política

mauro-marianiO deputado federal Mauro Mariani, presidente do diretório estadual do PMDB catarinense, destacou que após os resultados finais das eleições municipais, a sigla se consolidou como a maior força política do Estado, com 100 prefeitos, vencendo em cidades importantes como Florianópolis, Joinville, Itajaí e Jaraguá do Sul, além de 71 vice-prefeitos e 855 vereadores. Segundo Mariani, o PMDB merece respeito pelo tamanho e história, pela força da sua militância – que nenhuma outra agremiação política tem – e com certeza, terá candidato próprio ao governo nas eleições em 2018.

 

Mais uma taxa

Em dificuldade para bancar os insumos administrativos e sem dinheiro para realizar investimentos para reequipar a corporação, o comando do Corpo de Bombeiros de União da Vitória solicitou – e foi atendido pelo prefeito – para a implantação do Fundo de Reaparelhamento dos Bombeiros (Funrebom). O Projeto de Lei, que já se encontra na Câmara de Vereadores, autoriza a cobrança anual para as residências no valor de R$ 9,90.

 

Resultado apertado

O resultado da eleição para a escolha do nome da futura secretária municipal de Educação de União da Vitória foi um dos mais apertados da história. Na contagem final dos votos, a atual titular da pasta, Sandra Leão, obteve 276 votos, contra 274 votos de sua adversária, a professora Leonice Espanhol, que participou ativamente da eleição municipal. Agora, cabe ao prefeito eleito, Santin Roveda, homologar um dos nomes.

 

Tudo em dia

Conversei com o prefeito de Porto União, o petista Anízio de Souza, que informou que vai entregar a prefeitura para o prefeito eleito Eliseu Mibach (PSDB), com todas as contas em dia. E, que no dia 20 de dezembro, paga o salário do mês, incluindo o décimo terceiro salário. Anízio revelou, ainda, que após deixar o comando do poder executivo municipal vai ampliar suas atividades profissionais, abrindo uma loja de jeans.

 

Licença médica

Prefeito de União da Vitória, Pedro Ivo Ilkiv, por ordem médica deixa o comando do paço municipal pelo período de 15 dias, assumindo em seu lugar o vice-prefeito Jair Brugnago. Ele bem que poderia, nessa interidade, realizar uma operação “tapa-buraco” nas principais ruas do anel central, que estão virando um “queijo suíço” de tanto buracos.

 

Indicado

Nei Kukla, que concorreu ao cargo de vereador pelo PSDB de União da Vitória, obtendo 406 votos e não conseguiu se eleger, deve ser o secretário municipal da Agricultura da gestão Santin Roveda/Bachir Abbas. Outro nome praticamente definido por Santin é o da jornalista Mirian Bertoletti, natural de Bituruna, e que trabalhava na prefeitura de Rio Negrinho.

 

Gigante

O Distrito de São Cristóvão é maior em população que outras 280 cidades do Estado do Paraná, e vai ter, no ano que vem, seis vereadores na Câmara Municipal.

 

Disseram…

“A um homem honesto, que cuida da própria vida e sabe conservar-se em seu lugar, nunca acontecem maus encontros”

Alessandro Manzoni (1785-1873), escritor italiano

Em Dia Com a Notícia – 15 de Novembro de 2016

Homenagem

homenagemXponteXilXXrioXsanderO vereador Christian Martins (PMDB), reeleito para exercer o seu segundo mandato no Poder Legislativo de Porto União, participou na sexta-feira, 11, da solenidade de inauguração de uma ponte de concreto na localidade de São Pedro do Timbó, interior do município, e que leva o nome do saudoso ex-vereador e ex-prefeito de Porto União Ilário Sander. Martins, que foi o vereador mais votado na comunidade na última eleição, trabalhou junto ao governo estadual por intermédio dos deputados estaduais Valdir Cobalchini e Antônio Aguiar para a liberação do recurso para a viabilidade da obra, antigo sonho da comunidade, que tem no turismo rural e na agricultura o seu potencial econômico. A viúva do homenageado. Olívia Sander, o deputado estadual Antônio Aguiar, o secretário de Estado de Infraestrutura João Gomes Ecker e o vice-prefeito Aloísio Salvatti prestigiaram o evento.

 

Independente

O vereador Carlos Roderlei “Polaco do Bifão” Pinto, presidente do diretório municipal do Partido da República (PR) de Porto União, reeleito para cumprir seu quarto mandato no legislativo municipal, recebeu um telefonema do deputado estadual Jorginho Mello – presidente estadual do PR – avisando que o partido saiu da base de apoio do governo Raimundo Colombo (PSD).

 

Eleição

O Sindicato do Magistério Municipal de União da Vitória realiza nesta quarta-feira, 16, o processo eleitoral para a escolha do nome que irá comandar a Secretaria Municipal da Educação do município. A votação vai acontecer nas dependências da sede do Sindicato da classe, e haverá, também, urnas itinerantes nas escolas municipais.

 

Fechadas

O retrato da crise econômica que passam as prefeituras municipais do Brasil pode ser visto em União da Vitória, onde, atualmente, apenas quatro secretarias municipais estão efetivamente funcionando: Saúde, Educação, Administração e Ação Social.

 

Obrigação

Não é mérito algum gestor público vir se vangloriar de ter pago salários e outras obrigações trabalhistas em dia. Pagar salários em dia é o mínimo que se pode esperar de alguém que foi eleito para cuidar das finanças e dos interesses da população.

 

Expectativa

Passadas as eleições municipais, as expectativas, agora, são com relação a eleição dos membros das mesas diretoras das Câmaras Municipais, que serão eleitos no dia 1º de janeiro de 2017. Por enquanto, tanto em União da Vitória como em Porto União, o que existe mesmo é muita especulação com relação aos nomes. Essas eleições costumam ser imprevisíveis, já aconteceu de muito pretenso candidato ter ido dormir presidente e na hora da votação ficou de fora da mesa.

 

Disseram…

“Espero que o prefeito eleito Santin Roveda, depois de assumir, não use a crise econômica para jogar culpa em mim. Estou entregando a prefeitura com todos os seus compromissos em dia”

Prefeito Pedro Ivo Ilkiv em entrevista no Programa Linha Aberta da Super Rádio União

Em Dia Com a Notícia – 8 de Novembro de 2016

Prestigiou

mauroXmarianiXeXsandroXcalikoskiXbatataO deputado federal Mauro Mariani, que preside o diretório estadual do PMDB catarinense, deu uma pausa em sua movimentada agenda para vir até Porto União no final de semana prestigiar o aniversário de seu fiel escudeiro, Sandro “Batata” Calikoski, vereador reeleito para exercer seu quinto mandato consecutivo no Legislativo Municipal. O encontro festivo reuniu também o ex- prefeito de Porto União, Renato Stasiak, o atual vice-prefeito, Aloísio Salvatti, e os vereadores peemedebistas Neilor Grabovski, Élio Weber e Christian Martins, mais os vereadores Carlos Roderlei Pinto, presidente do diretório municipal do Partido da República (PR), e Luiz Alberto Pasqualin, presidente do diretório municipal do Partido Progressista (PP).

 

O que o povo quer 1

O que a população de União da Vitória e Porto União espera dos novos administradores municipais é que eles realizem uma gestão eficiente, para melhorar a qualidade de vida dos moradores, que obras sejam realizadas, que melhorem o sistema de Saúde, da Segurança Pública, da acessibilidade, do Saneamento Básico, da Educação, construindo mais creches, que incentivem o empreendedorismo para a geração de emprego e renda.

 

O que o povo quer 2

As duas cidades precisam contar com um gestor compromissado com as cidades, que tem problemas comuns, como a Saúde, com o conturbado sistema de trânsito e do transporte coletivo, com seus ônibus – a maioria deles – circulando com prazo de validade vencido, com o sistema do estacionamento rotativo, entre outras questões. Parece difícil? Mas é para isso que eles foram eleitos, e é isso que o povo espera que aconteça a partir do dia 1º de janeiro, onde os eleitos terão a oportunidade de colocar em prática todas as promessas de campanha.

 

Curiosidade 1

O prefeito eleito de União da Vitória, Santin Roveda, mora em Porto União e trabalha em União da Vitória. Já o prefeito eleito de Porto União, Eliseu Mibach, mora em União da Vitória e tem seu escritório em Porto União.

 

Curiosidade 2

O vereador Joarez Tica (PSB), de União da Vitória, eleito com 860 votos para exercer o seu primeiro mandato, é primo do também vereador de primeiro mandato, o policial Almires Bughay (PSDB), que foi o segundo vereador mais votado, com 884 votos, e sobrinho do vereador Albino do Cemitério (PMDB), também eleito para exercer seu primeiro mandato e fez 724 votos. Os três juntos representam quase 2.500 votos.

 

Lição de casa

Os vereadores novatos, eleitos para exercer seu primeiro mandato, bem que poderiam aproveitar o tempo que falta para assumirem suas funções legislativas para lerem o Regimento Interno da Câmara, a Constituição Municipal e também o Código de Postura do Município para se interarem das reais funções do vereador.

 

Disseram…

“Para conhecer os amigos é necessário passar pelo sucesso e pela desgraça. No sucesso, verificamos a quantidade. E, na desgraça, a qualidade”

Confúcio

Em Dia Com a Notícia – 1º de Novembro de 2016

Secretário sem pasta

BachirXAbbasÉ voz comum nas rodas políticas que o vice-prefeito eleito de União da Vitória, o empresário Bachir Abbas (foto) não deve assumir uma secretaria no governo de seu companheiro de chapa Santin Roveda. Abbas deverá ocupar uma sala próxima ao prefeito eleito e vai desempenhar a chamada função de “secretário sem pasta”, assumindo a coordenação política-administrativa do governo.

 

Espinha dorsal pronta 1

Tanto em Porto União como em União da Vitória os novos prefeitos eleitos já estão praticamente com os nomes de seus secretários no bolso do colete. São os secretários que formam a chamada “espinha dorsal” da administração. Em Porto União o prefeito Eliseu Mibach (PSDB) já anunciou oficialmente o nome da professora aposentada Aldair W. Muncinelli como secretária da Educação. Além dela, o vice-prefeito eleito Percy Storck vai comandar a secretaria da Indústria e Comércio, o engenheiro civil Roberto Domit de Oliveira vai para a secretaria de Obras, o coronel do Exército da Reserva, o dentista Marivaldo Reis vai assumir a secretaria da Saúde e o também coronel da Reserva da Polícia Militar de Santa Catarina, Miguel Chokailo Neto, vai comandar a secretaria da Administração.

 

Espinha dorsal pronta 2

Em União da Vitória também já vazaram para a imprensa os nomes do professor Clodoaldo Goetz como titular da secretaria do Planejamento, Antônio Oscar Nhoatto como chefe de Gabinete, Sandra Jung – atual secretária de Finanças – iria para a secretaria do Meio Ambiente, o professor de Educação Física, Cordovan Neto, na secretaria de Esporte, a enfermeira de carreira do município, Silvia Andrade, iria para a secretaria da Saúde, o advogado Fauzi Bakri assumiria a secretaria Jurídica, Ana Cláudia – esposa do prefeito eleito – assumiria a secretaria da Ação Social, Danielle Borges de Lima assumiria a secretaria de Finanças, Fábio “Trainha” Benghi assumiria a secretaria de Obras e Hilda Adâmio Roveda assumiria o Provopar. Para comandar a secretaria da Educação, Santin Roveda solicitou para a classe que lhe apresentasse uma lista com três nomes, onde ele escolheria um. Os demais cargos ainda estão em análise pelo prefeito eleito.

 

Indicação política

Peemedebistas de alto coturno de Porto União já estão trabalhando nos bastidores para indicar o nome do atual vice-prefeito Aloísio Salvatti (PMDB), para assumir um importante cargo de chefia na Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) de Canoinhas.

 

Eficiência administrativa

O que os novos governantes que irão assumir os governos municipais a partir do dia 1º de janeiro precisam entender é que uma gestão pública eficiente se baseia em um tripé denominado Triplo E: Economia, Eficiência e Eficácia. É o amplamente denominado fazer menos com mais, aproveitar melhor os recursos e racionalizar a administração. Mas, para fazer isso funcionar, será preciso colocar pessoas certas nos lugares certos. Será que os novos gestores irão conseguir? É o que a sociedade espera.

 

Disseram…

“Durante a campanha, você apunhala os adversários; já, na transição, os amigos”

De um político, em União da Vitória, que sentiu que não vai ser indicado para assumir um cargo na administração municipal

Em Dia Com a Notícia – 25 de Outubro de 2016

Convidado

RadarX-XRobertoXDomitXdeXOliveiraConforme anunciei na semana passada, em primeira mão, o engenheiro civil Roberto Domit de Oliveira (foto), foi oficialmente convidado pelo prefeito eleito de Porto União, Eliseu Mibach, para integrar a sua equipe que vai governar o município a partir do dia 1º de janeiro. Funcionário concursado e aposentado do Departamento de Estradas de Rodagem (DER) de Santa Catarina, Domit sempre ocupou cargos de chefia no órgão, se destacando pela conduta firme, ética e, principalmente, no rigor no trato com a coisa pública, além de ter sido vereador por dois mandatos no Legislativo Municipal. Domit, que possui uma empresa de consultoria e presta serviços para grandes empresas como a Rigesa e a Klabim, pediu um tempo para analisar se aceita o convite. Caso aceite, Domit poderia trabalhar tanto na Secretaria de Planejamento como na de Obras.

 

Mais nomes

Além do nome de Roberto Domit de Oliveira, Eliseu Mibach praticamente já definiu os nomes da professora Aldair W. Muncinelli como secretária da Educação, nome esse que já conta com o aval da classe do Magistério Municipal, do dentista Faverson Slongo como secretário da Saúde, do coronel da reserva da Polícia Militar de Santa Catarina, Miguel Chokailo Neto, que iria para a pasta da Administração, além do vice-prefeito eleito, empresário Percy Storck, que vai responder pela Secretaria da Indústria e Comércio – sem vencimento, já que vai receber como vice-prefeito. Os demais cargos Mibach ainda está analisando, mas a espinha dorsal de sua equipe já está praticamente formada.

 

Trabalhando

A equipe da chamada transição administrativa nomeada pelo prefeito eleito de União da Vitória, Santin Roveda, iniciou na semana passada os trabalhos para tomar conhecimento da real situação em que se encontra o quadro administrativo/financeiro do município.

 

Fechou

Por determinação do Prefeito Pedro Ivo Ilkiv a Secretaria de Esportes, que há mais de três meses já não contava com o seu secretário – demitido em função da crise econômica – agora, encerrou definitivamente todas as suas atividades.

 

Cotados

Nos bastidores já começaram a disputa para a presidência da Câmara de Vereadores de União da Vitória. Embora falte mais de três meses para a eleição que vai definir os nomes que irão à nova mesa diretora – presidente, vice-presidente e 1º secretário – os nomes dos vereadores eleitos Cesar Empinotti (PR), Almires Bughay (PSDB) e Joarez Tica (PSB) já despontam como candidatos e contam com a simpatia dos demais vereadores de primeiro mandato para comandar o Poder Legislativo no próximo ano. São os ventos da renovação e os novos tempos da política, que não quer mais saber de coronelismo, truculência e continuísmo na vida pública.

 

Disseram…

“Vivemos um triste momento de nossa história. A ausência de valores éticos e morais provocou a profunda crise política, econômica e social que estamos atravessando”

Conferencia Nacional Dos Bispos do Brasil (CNBB), em mensagem divulgada por ocasião do dia 7 de setembro

Em Dia Com a Notícia – 18 de Outubro de 2016

Comemorou crescimento

ColomboXRoderleiO vereador reeleito Carlos Roderlei “Polaco do Bifão” Pinto, que aparece na foto ao lado do governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo, não esconde a sua satisfação com o crescimento do Partido da República (PR) tanto em Porto União, onde passou de um para dois vereadores, como em todo o Estado. Polaco do Bifão, que preside o diretório municipal do PR, informou que entre as eleições de 2012 e 2016 o partido passou de um prefeito, um vice-prefeito e 64 vereadores, para 12 prefeitos, 27 vice-prefeitos e 169 vereadores. O vereador, que vai exercer o seu quinto mandato no Legislativo Municipal e foi o 5º mais votado, recebeu os cumprimentos do presidente estadual do PR, o deputado Jorginho Mello.

 

Transição 1

Deve começar nesta semana a transição administrativa entre o pessoal do prefeito eleito de União da Vitória, Santin Roveda, com a equipe do prefeito Pedro Ivo Ilkiv. O atual prefeito já deu o “sinal verde” para o início dos trabalhos.

 

Transição 2

Da mesma forma, a transição vai acontecer em Porto União, onde o prefeito eleito Eliseu Mibach já definiu a equipe que vai tomar conhecimento da atual situação administrativo/financeira do vizinho município, onde o prefeito petista Anízio de Souza também já deu autorização.

 

Nomes 1

Já começam a circular nas rodas políticas os primeiros nomes que poderiam fazer parte das administrações de União da Vitória e Porto União. Em União da Vitória, dizem os analistas políticos, que Rodolfo Moser, coordenador-geral da campanha de Santin e Bachir Abbas, Hilda Adâmio Roveda, Fauzi Bakri e o professor Cordovan de Mello só não serão secretários municipais se não quiserem.

 

Nomes 2

Já em Porto União o prefeito eleito Eliseu Mibach (PSDB) juntamente com seu vice Percy Storck, está em fase de elaboração da sua equipe de colaboradores, mas já começam a circular os nomes do próprio vice-prefeito Percy Storck, que ocuparia a pasta da Indústria e Comércio, das professoras Aldair Muncinelli e Therezinha Wolff, da atual contadora Sofia, de Miguel Chokailo Neto – policial militar da reserva e que concorreu ao cargo de vereador, e do engenheiro civil e ex-vereador Roberto Domit de Oliveira, que já foi filiado ao PSDB.

 

Indignado 1

É comum, no período eleitoral, você conversar com candidatos a vereador que, na sua inocência, afirmam que vão passar dos mil votos. No final da apuração, vem a decepção. Vou dar um exemplo: o candidato a vereador Elismar Cunha (PTB), de Bela Vista de Goiás, ficou indignado com a baixíssima votação que obteve no dia 2 de outubro. Apenas 33 votos. Resolveu, então, “baixar o sarrafo” nos que não votaram nele.

 

Indignado 2

Nas redes sociais, disparou: “quero agradecer as 33 pessoas que votaram em mim, e dizer às outras que mentiram que iam votar em mim, que vão prá p… que os pariu, e que o Satanás os carregue pro quinto do inferno, cambada de desgraçados, mentirosos, filhos da desgraça”. Imagina se a moda pega e chega até União da Vitória e Porto União…

 

Disseram…

“União da Vitória hoje, pode ser comparada ao Paraguai, devido a sua desorganização”

Santin Roveda, prefeito eleito, em entrevista a uma rádio local

Em Dia Com a Notícia – 11 de Outubro de 2016

Experiência a serviço do legislativo

PASQUALINAo retornar ao Poder Legislativo Municipal de Porto União no dia 1º de janeiro de 2017, Luiz Alberto Pasqualin (PP), o vereador mais votado da coligação do candidato à prefeito Renato Stasiak – com 690 votos – e o segundo mais votado na contagem geral, leva consigo a experiência legislativa acumulada ao longo dos seus seis mandatos legislativos, onde já exerceu todas as funções da mesa diretora (desde secretário, vice-presidente e presidente) e conhece como ninguém o Regimento Interno da Câmara e a Lei Orgânica Municipal, que ajudou a redigir em 1988. Pasqualin possui também uma oratória privilegiada – que o faz ser respeitado pelos seus pares aliados e também pelos seus adversários políticos. Por isso, a presença do experiente legislador no Legislativo Municipal no próximo ano será uma garantia de que as funções primordiais do vereador, de legislar, fiscalizar o Poder Executivo Municipal e, principalmente, trabalhar para o bem-estar da população, serão cumpridas à risca.

 

Sem maioria

O prefeito eleito de Porto União Eliseu Mibach (PSDB) vai ter que ter muito “jogo de cintura” no seu relacionamento com a composição da nova Câmara de Vereadores, já que terá sete vereadores contrários e apenas quatro a favor. Na chamada oposição, figuram os nomes dos experientes vereadores Pasqualin (PP), que vai cumprir seu sétimo mandato; Sandro “Batata” Calikoski (PMDB), quinto mandato; Carlos Roderlei “Polaco do Bifão” Pinto (PR), quinto mandato; Christian Martins (PMDB), segundo mandato e os novatos Neilor (PMDB), Fernando da Ótima (PR) e Élio Weber (PMDB).

 

Perdas e danos 1

Embora tenha sido o vereador mais votado em União da Vitória, com pouco mais de 900 votos, o atual vice-prefeito Jair Brugnago (PSDB) não tem muito que comemorar. É visível a sua perda de votos, com relação a sua última disputa como vereador – quando se elegeu vereador com mais de 1.700 votos na eleição do então prefeito Carlos “Juco” Jung, na legislatura 2009/2012. Nesta eleição, embora tenha exercido o cargo de secretário de Obras do município – função vista por todos como “uma máquina de fazer votos”, quase foi alcançado em números de votos pelos vereadores novatos Policial Almires Bughay (PSDB) e Joarez Tica (PSB).

 

Perdas e danos 2

Quem também saiu “chamuscado” com o resultado das urnas em União da Vitória foi o PSB, que conta com quatro vereadores no Legislativo Municipal (Luilson “Batata” Schwartz, Valdir Cortellini, Carlos Topolski e Ziliotto Daldin – atual presidente do Legislativo). Encerrada a apuração, nenhum deles conseguiu a reeleição. Quem “salvou a lavoura” do partido foi o “boa praça” Tica, que fez 860 votos e se elegeu.

 

Enxugar a máquina

O prefeito eleito de Porto União Eliseu Mibach (PSDB) já mandou um recado para quem está na esperança de conseguir “uma boquinha” na sua Administração. Vai reduzir para apenas seis as atuais secretarias. E no início da sua gestão, vai priorizar apenas Finanças, Administração, Saúde e Obras. A ideia de Mibach é transformar as demais secretárias e diretorias, muitas delas, ocupadas por voluntários, sem remuneração. Mibach deixou claro também que vai convidar seu vice-prefeito Percy Storck para fazer parte da equipe, provavelmente, ocupando a pasta da Indústria e Comércio.

 

Disseram…

“A função primordial do vereador é fiscalizar o poder executivo municipal e criar leis que venham em benefícios da população. Vereador é empregado da população e, é a ela que deve satisfação dos seus atos”

Vereador eleito de Porto União, Luiz Alberto Pasqualin

Em Dia Com a Notícia – 4 de Outubro de 2016

Vitória consagradora

IMG_0162Encerrada a apuração final dos votos, os candidatos à prefeito e vice-prefeito de União da Vitória Santin Roveda e Bachir Abbas (foto) se elegeram com uma vitória consagradora, obtendo mais de 16 mil votos, contra pouco mais de 12 mil votos da dupla oponente, Thyago Pigatto Caus e Júlio Adilson Pires. A dupla vencedora tem agora três meses para, com calma, começar a montar sua equipe de colaboradores para a partir do dia 1º de janeiro do próximo ano começar a colocar em prática seu plano de governo, amparado em uma gestão moderna e eficiente, de acordo com as dificuldades econômicas que o País atravessa. Santin e Bachir irão administrar uma Prefeitura que é o maior empregador do município, com cerca de 1.200 funcionários, e um orçamento anual que gira em torno dos R$ 200 milhões.

 

Força política

É preciso destacar na votação da dupla Thyago e Pires, a expressiva votação dos 12.000 votos, a força política do deputado estadual Hussein Bakri, que praticamente “colou” em Thyago e, com seu prestígio e carisma, conseguiu transferir esse volume de votos, para um candidato praticamente desconhecido da população. Na prática Santin e Bachir disputaram uma eleição contra três candidatos.

 

Recado das urnas

Coincidência, ou não, todos os vereadores de União da Vitória que votaram a favor do aumento do IPTU não conseguiram se reeleger. Já os vereadores Ricardo Sass e Valdecir Ratko, ambos do PSC, que votaram contra o aumento, conseguiram suas reeleições. Deste episódio, fica o recado das urnas que vereador é eleito para legislar e fiscalizar os atos do poder executivo municipal e elaborar projetos de leis que beneficiem a população.

 

A força das mulheres

Pela primeira vez na história política a Câmara de Vereadores de União da Vitória vai contar, a partir do dia 1º de janeiro, com a presença de duas mulheres com a eleição de Pastora Sandra (PSDB) e da jovem Alandra Roveda (PR). E o vizinho município de Porto União manteve a tradição de contar com uma mulher no plenário, com a eleição da médica Salime Farah (PSDB).

 

Maioria folgada

O prefeito eleito de União da Vitória Santin Roveda (PR) vai contar com uma maioria folgada na Câmara de Vereadores no próximo ano. Sua grande coligação política conseguiu eleger nove dos treze vereadores.

 

Elizeu vence em Porto União

O empresário Eliseu Mibach (PSDB) é o novo prefeito de Porto União e vai governar o vizinho município pela terceira vez. Eliseu venceu seu principal oponente, o também ex-prefeito Renato Stasiak (PMDB), de certa forma, de maneira surpreendente, quando conquistou 9.646 votos, contra 8.134 votos de Stasiak. Já o petista Gilberto Knapik conseguiu pouco mais de 1.000 votos.

 

Retornam

Se em União da Vitória a renovação da Câmara de Vereadores foi quase de 100%, em Porto União cinco dos nove vereadores conseguiram se reeleger: Gildo Masselai (PSDB), Sandro “Batata” Calikoski (PMDB), Carlos “Polaco do Bifão” Pinto (PR), Christian Martins (PMDB) e Paulo Kovalski (PSDB) retornam ao legislativo no próximo ano. Já os vereadores do DEM, Alceu “Brasa” Jung, Almir Borini e a vereadora Maria Aldair de Carvalho, do PP, não conseguiram suas reeleições.

 

Disseram…

“Cuidado ao falar mentiras de alguém. Esse mesmo alguém pode começar a falar verdades sobre você”

MP