Morre o locutor esportivo Januário de Oliveira

Januário de Oliveira. (Foto: Fabiano de Oliveira).

“Tá láaaaa um corpo estendido no chão”, “Cruel, muito cruel”, “E o goooooooooooool!”. Esses foram alguns dos conhecidos bordões do locutor esportivo Januário de Oliveira.

Aos 81 anos, ele faleceu nesta segunda-feira, 31, em Natal (RN) cidade em que morava com a família, após sofrer uma parada cardíaca enquanto tratava um quadro de pneumonia

O gaúcho de Alegrete (RS) marcou época nas décadas de 80 e 90 em diversas transmissões esportivas na extinta TVE, além da TV Bandeirantes. No rádio, trabalhou nas Rádios Farroupilha e Cultura de Bagé. No Rio de Janeiro, atuou nas Rádios Mauá, Nacional e Globo

Suas narrações eternizaram grandes nomes do futebol carioca em especial. Quem não lembra do “Super Ézio” centroavante Ézio, do Fluminense, Valdeir destaque do Botafogo nos anos 90, se transformou no “Valdeir The Flash” e “Sávio, o Anjo Loiro”, ídolo do torcedor do Flamengo.

Vá em Paz Januário!