Piloto Online

O Papo das Duas

papo-das-duas2Enquanto espera uma alma bondosa remontar sua companheira de jornada, a pequena, as duas conversam:

– Eita carnaval mais mixuruca aí em Porto Sem Navio hein pequena?!?

– Olha quem fala. Aí em Buraco City nem carnaval tem? A última vez que teve foi com a professora TW, quando era chefona da Cultura. Isso em 1992.

– É mesmo, pequena. Mas já tivemos carnaval no Clube Apolo, no Operário, que nem existe mais, na Sede e carnaval de rua.

– Eu lembro grandona. Tinha a escola do Japa, a Vai quem quer e a Banda do Zé Totó. Foi a única vez que eu vi duas escolas de samba juntas na sua terra.

– Mas afinal de contas, pequena,o que aconteceu com o famoso carnaval de salão aí de cima?

– Bom vou tentar resumir, grandona. Foi mais ou menos assim: Primeiro contaminaram as marchinhas com Axé e depois com o Funk lixo tupiniquim.

– To entendendo. E depois, pequena?

– Depois inventaram os blocos, que não eram aqueles de brincar na rua. É um bando de pinguço e umas meninas que retalhavam as camisetas para ficar com os peitos pendurados ou de fora.

– Mas os blocos não ajudaram a encher os salões?

 – Alguns sim, mas os maiores tiraram o público dos salões oferecendo cinco camisetas mal pintadas, muita cachaça da pior qualidade e, vômitos, comas alcoólicos e por aí.

– É mesmo, pequena, você tá certa.

– Vamos em frente. Depois de contaminar a música, estragar com a diversão sadia, ainda colocaram musica sertaneja e musica eletrônica no carnaval de salão. Quer mais ou chega, grandona?

– Já estou satisfeita, pequena. O resultado foi esse que a gente viu, né?

– Bom, se não recriarem o carnaval de rua, impor limites aos blocos, chamar o povo que adora as marchinhas, samba, frevo para dentro dos clubes, ano que vem estaremos no velório do carnaval, grandona.

– Aí mais um item será incluído na galeria da latinha.

– É mesmo. La tinha carnaval. Onde fomos parar, grandona?

– Lembra quando o carnaval eram só quatro noites e duas tardes, pequena?

 – E como. Os bailes começavam as 23h. Quando atrasava começava as 23h20 e terminava 5h da manhã. As Matinés começavam as 5h e seguia a te as 19h.

– E tinham crianças de zero a 16 anos. E os clubes entupiam de gente, grandona.

– Agora ver nossos clubes quase as moscas foi doído. Enquanto isso os “curturais” da cidade ficam pensando em construir estátua nova, e nem se preocupam com a tradição do nosso carnaval.

Nisso as duas ouviram umas marchinhas d carnaval e já se alegraram. Era a velha TW de guerra ouvindo um de seus queridos discos (LPs) de carnaval. Ô que saudade!!!

 

Obs: O Papo das Duas é uma crônica de humor com personagens e factos absolutamente fictícios. Ou não? Será que o carnaval foi um pesadelo?

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *