Polícia Civil investiga morte de jovem em União da Vitória

Kelly Silva
Kelly Silva

O corpo de uma mulher foi encontrado abandonado na estrada do Jardim Angélica, Bairro São Gabriel, na zona sul de União da Vitória por um pescador, no início da tarde de sexta-feira, 2.  O corpo da jovem foi identificado horas mais tarde pela irmã da vítima.

De acordo com o Instituto Médico Legal (IML) de União da Vitória, a vítima é Kelly Silva, 22, moradora no Distrito de São Cristóvão. O delegado chefe da 4ª SDP, Douglas de Possebon e Freitas, disse que as investigações estão sendo feitas para checar a autoria do crime. “Já foram ouvidos o rapaz que foi casado com a vítima e seus familiares no sábado. Hoje [ontem] foi a vez da família da Kelly”, explicou.

O delegado contou que sabendo como era a vida da jovem, conhecendo a dinâmica, será possível abrir as linhas de investigação que vão apontar a autoria do feminicídio, que é o crime praticado contra a vida da mulher. Ele disse que é prematuro especular sobre as circunstâncias da morte. “Uma coisa é certa. Ela foi morta por esganadura. Agora estamos trabalhando no sentido de determinar se ela foi morta no local ou seu corpo foi abandonado naquela estrada”, disse o delegado.

Segundo o médico legista de plantão no dia em que o corpo foi encontrado, Dr. Carlos Moura, há fortes indícios que a mulher foi assassinada. De acordo com avaliação superficial ela pode ter sido asfixiada.

Emboscada

Além do caso da morte da jovem, no mesmo dia (sexta, 02), a Polícia Civil de União da Vitória abriu investigação para apurar as circunstâncias da morte de um homem, no meio rural, em Bituruna. Nesse caso, o homem morreu em consequência de ferimentos a bala na PR 170, na localidade de Nossa Senhora Aparecida, em Bituruna (PR), por volta de 14h30 de sexta-feira. De acordo com histórico da autoridade policial militar local, a equipe foi até as proximidades da empresa Brasfibra, onde uma mulher e seu marido teriam sido alvejados por disparos de arma de fogo, durante uma emboscada, e que o homem estava inconsciente.

Os dois foram conduzidos pela equipe do hospital São Vicente de Paula para receber atendimento hospitalar. O homem morreu a caminho do hospital em consequência dos ferimentos. A polícia está ouvindo testemunhas e a própria sobrevivente, para conseguir determinar quem são os autores da emboscada que vitimou Marcelo Pereira de Matos, 38. A mulher se recupera bem dos ferimentos causados pelos chumbos de uma espingarda de grosso calibre.

0 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta