Ministro do turismo defende instalações de cassinos para impulsionar o setor

Atualmente, no Brasil, os jogos de azar e cassinos são expressamente proibidos em estabelecimentos físicos no país. Porém, com essa proibição, existe um mercado que tem crescido cada vez mais, as plataformas de jogos online. Assim, jogos bem populares como os caça níqueis e blackjack, por exemplo, são amplamente difundidos nessas plataformas que além de qualidade oferecem também facilidade e muitas dicas para iniciantes como você pode conferir aqui. Vale ressaltar que não há regulamentação para os jogos online, por isso, não são ilegais.

E, como a legalização dessa atividade já está em votação no senado esse assunto têm sido amplamente discutido nos últimos tempos com pessoas contra e outras a favor.

Na última terça feira dia 23, o ministro do turismo, Vinicius Lummertz, esteve em Florianópolis numa palestra ao Grupo de Líderes Empresariais de Santa Catarina e defendeu a instalação de cassinos no Brasil a fim de gerar novos empregos e aumentar a chegada de estrangeiros ao nosso país. Ainda segundo o ministro a legalização dessa prática iria trazer para o Brasil uma diversão sadia com jogo responsável e vários turistas, afinal o jogo clandestino, como acontece hoje em dia, não traz nem dinheiro e nenhum benefício social para o país.

Desde que Lummertz assumiu a pasta do turismo ele têm sempre defendido a questão dos jogos como fonte de investimentos, crescimento, geração de empregos e ainda um grande fomento para o turismo no país, uma vez que o turismo é uma área que sofre grande impacto decorrente da grande violência que assombra todo o Brasil.

Ainda no evento o ministro afirmou que o Brasil tem grande potencial para que essa indústria venha a dobrar de tamanho em pouco temo, mas para que isso aconteça vai ser necessário que os custos para implantação sejam reduzidos, que sejam favorecidas as cidades históricas e parques temáticos e claro, sem esquecer do avanço em temas no capital estrangeiro das áreas e liberação dos cassinos.

Com a legalização o Brasil vai atrair, segundo pesquisas, algo em torno de 50 bilhões de reais em investimentos e renda. O número de empregos vai crescer substancialmente – algo bastante crítico nesse momento que o país tem 13 milhões de desempregados e enfrenta uma crise econômica sem precedentes.

Lummertz também prestou contas, ainda na palestra da última terça feira, de todos os avanços obtidos pelo turismo brasileiro nesse ano de 2018. Ele citou a implantação dos vistos eletrônicos que aumentou 40% do movimento de visitantes tanto dos Estados Unidos como do Canadá, Japão e Austrália. O ministro citou ainda a desregulamentação dos voos charter, o aumento de 90 para 180 dias nos vistos de trabalho para tripulações de navios de cruzeiros e medidas que estão na pauta da Câmara dos Deputados como a transformação da Embratur em agência e a abertura de capital para as companhias aéreas.

0 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta