Parque das Araucárias, em Guarapuava, ganha novo espaço

O Parque Natural Municipal das Araucárias, um dos principais espaços de lazer de Guarapuava, na região Central do Estado, ganhou um novo espaço. Foi inaugurado neste domingo, 4, o Jardim Europeu, durante solenidade que contou com a presença do presidente da Sanepar, Mounir Chaowiche, e do prefeito César Silvestri Filho. A obra recebeu R$ 889 mil do Governo do Estado, por meio da Sanepar.

O novo espaço é inspirado nos jardins europeus construídos em forma de labirintos, prezando a geometria e a simetria. A área tem arbustos, um chafariz, rampas acessíveis e bancos, além de uma estufa de plantas.

De acordo Chaowiche, a construção do espaço demonstra que a parceria da Sanepar com os municípios paranaenses vai além das obras de saneamento. “O Estado tem que ser parceiro dos municípios, e aqui é um exemplo desta parceria. A modernização deste belo parque beneficia toda a população de Guarapuava. O local é um ponto de encontro das famílias, um ponto turístico da cidade, e a Sanepar fica feliz e satisfeita por fazer parte deste belo projeto”, afirmou.

O prefeito César Filho destacou que o Jardim Europeu é mais um atrativo para a visitação no Parque das Araucárias. “Este local tem um significado simbólico porque mexe com a autoestima do povo de Guarapuava e valoriza o município. É um local que as pessoas irão visitar, que será cenário das fotos de famílias, casamentos e aniversários”, disse.“É fruto de mais uma bela parceria com o Governo do Estado por intermédio da Sanepar, que viabilizou todo o recurso para esta obra”, ressaltou.

Localizado na entrada da cidade, às margens da BR-277, o Parque das Araucárias fica próximo ao Hospital Regional, que está sendo construído pelo Governo do Estado. “O novo espaço é mais uma marca do governo na região Central do Paraná, um ponto turístico e de lazer para as famílias”, disse o secretário da Justiça, Trabalho e Direitos Humanos, Artagão Júnior.

O parque é uma Unidade de Conservação de Proteção Integral, área protegida por lei por causa da abundância de recursos naturais importantes. Criado em julho de 1991, o espaço tem 104 hectares, sendo que em 23 deles há cerca de 4 mil araucárias.

0 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta