COVID-19: “Quem não defende o auxílio emergencial é porque nunca sentiu o estômago roncar de fome”

Luiz Claudio Romanelli (PSB), deputado estadual e primeiro secretário da Assembleia, foi o convidado da CBN Vale do Iguaçu

O primeiro secretário da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), deputado estadual (PSB), foi o convidado do Programa CBN Linha Aberta, deste sábado, 12. Em pauta, a Covid-19 E ações da Alep.

Na ocasião, contou que o presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Ademar Traiano (PSDB), testou positivo para Covid-19. Sem sintomas, ele cumpre isolamento domiciliar e ficará afastado das atividades conforme orientação médica. Nesse período, Romanelli assume o comando das sessões plenárias.

Segundo ele, ocorreu a confirmação nesta manhã de outros colegas de trabalho que tiveram exame para a Covid confirmado.

“Fiz o exame e deu negativo. Se Deus quiser vamos esperar a vacina. A situação da Covid é muito grave e as pessoas não estão se cuidando. Se não houver um alerta, haverá um ‘caus’ no sistema da saúde e um colapso por falta de leitos nas UTIs. Acreditem que é necessário se cuidar, se não vamos perder entes queridos”.

Durante a entrevista, defendeu mais crédito e auxílio federal no pós-pandemia.

“Quem não defende o auxílio emergencial é porque nunca sentiu o estômago roncar de fome”, afirma. Acredita que a questão do crédito é fundamental para poder dar um fôlego nas pessoas.


Confira: