“Em primeiro lugar a vida; a partir daí ajustamos calendário escolar de 2021”

Carlos Alberto Polsin, chefe do Núcleo Regional de Educação de União da Vitória, foi o convidado da CBN Vale do Iguaçu
carlos-cbn

Devido à pandemia de Covid-19, as aulas regulares presenciais estavam suspensas desde março de 2020, quando foi implantada a quarentena para prevenir a propagação do coronavírus.

No entanto, o governador do Paraná, Ratinho Junior (PSD), assinou decreto que permite o retorno das aulas presenciais em escolas públicas estaduais e privadas, inclusive nas entidades conveniadas com o Estado, e nas universidades públicas.

O decreto, de número 6.637/2021, foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE). Além do Governador, assinaram o documento os secretários da Educação e do Esporte, Renato Feder, da Saúde, Beto Preto, e o chefe da Casa Civil, Guto Silva.

A retomada das aulas presenciais deve acontecer no dia 18 de fevereiro, conforme o governo anunciou no fim do ano passado. As aulas presenciais em escolas estaduais públicas e privadas, inclusive nas entidades conveniadas com o Estado do Paraná, e em universidades públicas, estão suspensas desde 20 de março de 2020.

 

Quem comentou o assunto foi Carlos Alberto Polsin, chefe do Núcleo Regional de Educação de União da Vitória.