Meio rural movimenta economia da região da Amsulpar

Série de entrevistas apresenta percentual da área dedicada à agricultura e o avanço da produção familiar e patronal nas cidades da Amsulpar
uniao da vitoria

Levantamento exclusivo realizado pela CBN, entre 28 de julho a 7 de agosto, apresenta informações qualificadas do cenário agrário dos noves municípios pertencentes à Associação dos Municípios do Sul do Paraná (Amsulpar) e atendidos pelo Instituto de desenvolvimento Rural do Paraná – Iapar-Emater (IDR-Paraná), escritório Regional de União da Vitória.

No Paraná, conforme o Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social (Ipardes), o agronegócio apresenta 33,9% do PIB do estado e 77% das exportações. O Estado aparece entre os cinco maiores produtores do Brasil, na disputa pela liderança em segmentos importantes como soja, milho e suinocultura, e em primeiro lugar na avicultura.

Segundo o gerente regional do IDR-Paraná na época, escritório de União da Vitória, Cleacir Júnior Dall Agnol, o Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná – Iapar-Emater, surgiu da incorporação do Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), Companhia de Desenvolvimento Agropecuário do Paraná (Codapar), Centro Paranaense de Referência de Agroecologia (CPRA) e pelo Instituto Agronômico do Paraná (Iapar), ou seja, uniu pesquisa e extensão rural.

Os quatro órgãos deixaram de existir como instituições autônomas, formando uma única entidade/autarquia vinculada à Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento.

“Sua missão principal é promover o desenvolvimento rural e sustentável a partir do meio rural. É nítido que o os agricultores e o agronegócio têm novos desafios e demandas mais complexas”.

Cabe a entidade, a promoção do desenvolvimento rural sustentável, coordenando, articulando e executando pesquisa, assistência técnica e extensão rural em benefício da sociedade paranaense.

Para o gerente regional, a força da agricultura local se consolida no espírito ativo dos agricultores que vislumbram oportunidades nos seus sistemas de produção, acompanhados da utilização das novas tecnologias.

“Estamos da média para melhor em relação ao Paraná, conforme as produtividades”, afirma.

As cidades da Amsulpar se caracterizam – em maioria, pela agricultura familiar, que é entendida como toda forma de cultivo de terra que é administrada por uma família e emprega como mão de obra os membros da mesma. Também, pela agricultura patronal, que se utiliza de trabalhadores contratados, fixos ou temporários, em propriedades médias ou grandes.


A entrevista no período foi realizada com o Cleacir.

Porém, desde o dia 7 de outubro, Cleacir Júnior Dall Agnol assumiu nova função no IDR-Paraná. Ele deixou a gerência regional de União da Vitória para a coordenar o setor administrativo da Mesorregião Sudoeste, com lotação em Pato Branco (PR). Quem assumiu o escritório de União da Vitória é o Engenheiro Agrônomo Rubens Antônio Costa.