“Somos mulheres fazedoras, que almejam que todas as mulheres tenham suas vidas, seus trabalhos, seus afazeres e pensares valorizados”

A frase contempla a obra Mulheres Fazedoras, organizado por Dulcelli Estacheski e Silvia Delong. As pesquisadoras participaram do Programa CBN Linha Aberta
2019 03 16 Dulceli de Lourdes Tonet Estacheski e Silvia Regina Delong

, Mestre em Letras e Doutora em Linguística Aplicada, foram as convidadas deste sábado, 16, do Programa CBN Linha Aberta. Em pauta, a obra “Mulheres Fazedoras”, as quais as convidadas foram as organizadoras.

Silvia possui doutorado em Linguística Aplicada pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos – UNISINOS (2016), mestrado em Letras pela Universidade Federal do Paraná – UFPR (2005), especialização em Ensino de Espanhol para Brasileiros pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo – PUCSP (2002). Atualmente, é professora adjunta da Faculdade Estadual de Filosofia, Ciências e Letras de União da Vitória (UNESPAR). Tem experiência na área de Língua Espanhola, atuando com os seguintes temas: língua espanhola, estratégias de leitura, multiletramentos e multimodalidades, formação de professores, análise de livro didático de Língua Espanhola, vitalidade linguística e identidades étnico-linguísticas, mais especificamente a identidade dos descendentes de poloneses residentes no sul do Estado do Paraná.

Já Dulcelli possui graduação em História pela Faculdade Estadual de Filosofia Ciência e Letras de União da Vitória (2005). Especialização em História e Sociedade na mesma instituição (2007). Mestrado em História pela Universidade Federal do Paraná. Cursa o doutorado em História na Universidade Federal de Santa Catarina. Atualmente é professora do curso de História da UNESPAR, campus de União da Vitória nas disciplinas de Metodologia e Prática de Ensino de História, Estágio Supervisionado, Didática da História e Gênero e Diversidade na Escola, onde também coordena o Núcleo de Educação para as Relações de Gênero. É membro do LEGH – Laboratório de Estudos de Gênero e História da UFSC.