Acidente com helicóptero mata Jornalista Ricardo Boechat

ricardo-boechat-queda-aviao

A queda de um helicóptero, o qual levava o jornalista Ricardo Boechat, 66, provocou a sua morte e do piloto da aeronave, no início da tarde desta segunda-feira, 11, em São Paulo – SP

O helicóptero caiu na Rodovia Anhanguera, em São Paulo, bateu na parte dianteira de um caminhão que transitava pela via.  Boechat estava dando uma palestra em Campinas, no interior do estado, e retornava a São Paulo nesta segunda. Ele deveria pousar no heliponto da Band, no Morumbi, Zona Sul da capital paulista.

O jornalista era apresentador do Jornal da Band e da rádio BandNews FM e colunista da revista IstoÉ. Também teve passagem por jornais de circulação nacional e pelas Redes de TV Globo e SBT.Também ganhou três vezes o Prêmio Esso, um dos principais do jornalismo brasileiro. Ricardo Eugênio Boechat nasceu em 13 de julho de 1952, em Buenos Aires. O pai estava a serviço do Ministério das Relações Exteriores na Argentina.

O acidente

O chamado de socorro foi feito às 12h14. A queda da aeronave ocorreu perto do quilômetro 7 do Rodoanel, sentido Castelo Branco. De acordo com a CCR Rodoanel Oeste, que administra o Rodoanel, houve uma terceira vítima com ferimentos, o motorista do caminhão. O helicóptero era do hangar Sales, no Campo de Marte, na Zona Norte da capital paulista. Segundo nota padrão, a investigação realizada pelo CENIPA tem o objetivo de prevenir que novos acidentes com as mesmas características ocorram.

Anac se pronuncia

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) disse em nota que o helicóptero prefixo PT-HPG que sofreu um acidente na Rodovia Anhanguera, em São Paulo, estava em situação regular. O jornalista Ricardo Boechat e o piloto do helicóptero, Ronaldo Quattrucci, morreram no acidente. “De acordo com o Registro Aeronáutico Brasileiro (RAB), a aeronave estava com o Certificado de Aeronavegabilidade válido, bem como a Inspeção Anual de Manutenção, ou seja, em situação regular“, diz a nota.