Fake news: o vírus do século

A auto exposição a notícias falsas é mais alta na Turquia, onde 49% dos entrevistados

Pesquisadora de União da Vitória provoca pensamento crítico para se buscar a verdade dos fatos, notícias e situações. As informações você na reportagem de Gabrieli Cesco.

Curiosidades:

PAÍSES COM MAIOR EXPOSIÇÃO A FAKE NEWS
A auto exposição a notícias falsas é mais alta na Turquia, onde 49% dos entrevistados disseram que consumiram informações completamente inventadas. O número também é alto nos Estados Unidos (31%), embora não seja surpreendente, dado a explosão de fake news durante as eleições presidenciais de 2016 e sua prevalência desde então. Mais surpreendente é o baixo índice (15%) no Reino Unido se for levado em conta o nível de controvérsia em relação à desinformação durante a votação do Brexit no país. O Brasil aparece em terceiro no ranking, com 35%, conforme relatório da Reuters, divulgado na Forbes em 2018.