Júri popular do ‘Caso Daniel Dias’ acontece no dia 29 de julho

caso-danieldias-dj

Está marcado para o dia 29 de julho, o julgamento do caso Daniel Dias. O motorista que bateu na traseira do carro onde o DJ estava (leia mais nessa matéria), se condenado, pode pegar de seis a 20 anos de prisão.

A sessão de julgamento está marcada para às 9 horas. Atua na defesa pró-bono (quando não há cobrança de honorários) de Dias, o advogado Fioravante Buch Neto. A acusação é de tentativa de homicídio, por dolo eventual, ou seja, quando o motorista assume risco.

“Não se trata de um simples acidente de trânsito. Foi cometido um crime na Avenida Manoel Ribas, onde vitimou o querido Daniel Dias, querido nas nossas cidades, deixando ele acamado desde então. No começo deste ano, foi designado o júri popular do motorista que estava em alta velocidade, e uma rua central, onde tinha bebida alcoólica envolvida”, explica o magistrado.

O julgamento pode ser acompanhado pela comunidade, desde que autorizado pelo juiz que vai conduzir o caso (para saber mais, basta procurar o Fórum de União da Vitória nos dias que antecedem ao processo).

Para Buch Neto, o julgamento chega em um período razoável, embora se esperasse por uma decisão mais precoce. “Dentro da realidade do Poder Judiciário, é algo aceitável. Quatro anos, é relativamente razoável”. Após o julgamento, a defesa do réu (não há informações de quem está com o caso até o momento) poderá recorrer.

Daniel

Música eletrônica, balada, noites animadas. Era assim a vida do popular DJ Daniel Dias. Locutor em uma emissora de rádio no Vale do Iguaçu, Daniel é bastante querido na comunidade e especialmente dentro dos ambientes jovens, fez amigos, colegas. Aos 52 anos, o DJ luta, todos os dias, pela recuperação. Assistido pela família, em União da Vitória, ele está bem dentro do seu estado clinico. Daniel Dias reconhece as pessoas pela voz e com os olhos, interage.

O ACIDENTE

Foi na madrugada de 11 de setembro, por volta das três horas. De acordo com as informações da Polícia Militar de União da Vitória (2ª CIPM), o Hyundai HB20, conduzido por Dias, foi atingido na traseira pelo Audi A3, placas MGU 0030, conduzido pelo motorista, de 22 anos. Com o impacto da colisão, o carro do DJ foi lançado sobre outros dois veículos que estavam estacionados: um VW Fox e um Renault Master. O motorista do Audi fez o teste de bafômetro e ficou constatado 0,85mg de álcool por litro de ar expelido. Como não se feriu, ele foi detido, levado à 4ª SDP, pagou fiança e liberado horas depois.