Números de trotes aumentam na região

Seja paciente e atenda todas as solicitações do seu chefe

O corpo de Bombeiros de União da Vitória e o Corpo de Bombeiros Comunitário de General Carneiro passaram a noite tentando encontrar um suposto incêndio na Colônia Anta Gorda e na localidade do Trabuco. Tudo em vão.

Caminhões de combate a incêndio e homens andaram por estradas vicinais e em grande deslocamento, depois da comunicação falsa de um incêndio de grandes proporções em uma casa, nas duas localidades.

Depois de passar quase a noite inteira atrás do sinistro, os bombeiros retornaram para suas bases cansados e frustrados.

Ao que tudo indica tratou-se de mais um trote, uma ação irresponsável e condenável. Por meio de um aplicativo privado de mensagens, os bombeiros de General Carneiro confirmaram a situação.

Fomos solicitados pelo BM União para atender um incêndio residencial na Colônia Anta Gorda, mas as informações eram muito confusas, nenhum endereço certo.

Na sequência deslocamos [os bombeiros comunitários] até o Posto jangada, mas nenhum indício de incêndio foi localizado.

Simultaneamente uma equipe dos Bombeiros Militares de União da Vitória também deslocou para a região da Colônia Trabuco e também não localizaram nenhum foco de incêndio”.

Os trotes ou a falta de informações precisas prejudicam o trabalho dos Bombeiros. Como nesta situação não foi registrado nenhum incêndio, ficou claro que se tratou de um trote para o Corpo de bombeiros.

Com o empenho das duas corporações, General Carneiro e União da Vitória ficaram sem sua condição ideal de plantão, e em caso de acidente ou outro incêndio, o trabalho ficaria prejudicado. Apesar do identificador de chamadas, nem sempre os soldados do fogo escapam dos trotes.