“O novo é importante; mas por outro lado sou cauteloso com isso”

Sidnei Cieslak, presidente do PSB em União da Vitória, foi o convidado desta segunda-feira, 31, do Programa CBN Manhã de Notícias
sidneicieslak-alielmachado-politica2

O Programa CBN Manhã de Notícias, nesta segunda-feira, 31, deu continuidade à série de entrevistas realizada pela CBN Vale do Iguaçu. Sidnei Cieslak, presidente do PSB em União da Vitória, foi o convidado da vez.

Desde o dia 17, você confere a participação dos presidentes dos partidos políticos de União da Vitória e Porto União. A intenção é entender a posição atual e a tendência do partido nas eleições municipais deste ano.

Partido

No Brasil, o Partido Socialista Brasileiro aparece em 9º com maior número de filiados, sendo 641.532.

No Paraná é o 12º, com 33.729 membros.

Já em União da Vitória é o 16º, com 68 filiados.


Confira a entrevista:

CBN Vale do Iguaçu: Com relação ao executivo para este pleito, já há conversas sobre apoio ao pré-candidato pelo PT, Pedro Ivo Ilkiv? O caminho será esse? Há outras possibilidades?

Sidnei Cieslak: Primeiramente eu gostaria de parabenizar a todos os pré-candidatos de União da Vitória para o pleito de 2020. As pessoas de bem devem vir para a política. Se as pessoas de bem não entrarem na política abre espaços para outras não intencionadas entrarem. Fica aqui os meus parabéns a todos que irão participar deste pleito.

O PSB de União da Vitória tem um número, um tanto quanto baixo de filiações, porque nós iniciamos um trabalho há pouco tempo e o partido em si, está passando por uma auto reforma a nível nacional, estadual e municipal. Como diz o nosso presidente nacional, o Siqueira, ‘o importante não é quantidade, mas sim qualidade dentro do nosso quadro’. Estamos felizes em levar o PSB para União da Vitória.

Sobre a tua pergunta (ancoragem) nós temos conversado com várias lideranças aí. Mas temos conversado bastante com o ex-prefeito Pedro Ivo, candidato pelo PT, e ele se aproxima muito da visão do partido que é a participação popular. Vemos no Pedro Ivo um grande líder para União da Vitória. Ele já foi prefeito por duas vezes, deputado por duas vezes e contribuiu com várias obras que vieram através do seu trabalho, cito aqui, a vinda da Uniguaçu, a UPA 24 horas, o Instituto Federal e outras obras. Estamos conversando, mas é entre 95 e 98% de apoio à candidatura do ex-prefeito Pedro Ivo.

CBN Vale do Iguaçu: Sobre o legislativo, devem lançar uma chapa completa? Se sim, quer adiantar nomes?

Sidnei Cieslak: É, nós temos vários candidatos aí, mas dentre eles é ruim dar o nome de um. Eu vou tentar dar uma passada corrida no nome dos pré-candidatos: nós temos o Corttelini, que já foi candidato a vereador em União da Vitória; temos o Renato, que é funcionário público; Pedro Tonko, do bairro Nossa Senhora da Salete; temos o Paulo, o Paulo Pancada, que todo mundo conhece e que é do São Bernardo e também é funcionário público; nós temos o Leandro ali do Cristo Rei, dos conjuntos; temos o Alemão, ali da agropecuária, que já foi secretário na época do Pedro Ivo; temos o Breno, desportista conhecido na região; o Daniel, também funcionário público; o Carlão do Rio d Areia que já foi vereador; Anacleto Cordeiro Pinto, presidente licenciado da federação das associações. Das mulheres, nós temos a Scheila Bona, que foi diretora do colégio Cristo Rei; a regi formada em geografia e trabalhou no projeto de proteção de nascentes na prefeitura; Maristela Fronczac que é a nossa miss do partido; Ana Lubric, pessoa muito conhecida. Esses são alguns dos nomes. Provavelmente vamos sair com chapa completa em União da Vitória.

CBN Vale do Iguaçu: No início desta entrevista o senhor citou que assumiu recentemente o partido em União da Vitória. Como foi o processo pela busca de novos nomes e filiados?

Sidnei Cieslak: É, nós quando assumimos a comissão provisória do partido e, começamos a conversar com alguns amigos, com algumas pessoas aí, que pela minha experiência, pois já fui secretário de gabinete, de obras, do meio ambiente. Então a gente tem uma relação com várias pessoas e fomos formando esse grupo, que ainda está em construção, mas é coeso e com pessoas boas, e com intenção na política. Estamos a passos lentos, sem se afobar. O importante é qualidade e não quantidade.

CBN Vale do Iguaçu: Nas eleições presidenciais ouvimos muito sobre a busca pelo novo. O senhor acredita que nas eleições municipais, o novo vem ao encontro de ideias, ou de pessoas?

Sidnei Cieslak: O novo é importante, mas por outro lado sou cauteloso com isso. Eu vejo que os municípios, no ano que vem, irão passar por um processo muito complicado devido a Covid-19 e, terão muita dificuldade em administrar os municípios, isso a nível de Brasil, não apenas União da Vitória. A experiência e competência irão predominar nisso. Quem tem competência e experiência terá grande vantagem para administrar os municípios nos próximos anos.

CBN Vale do Iguaçu: Sua avaliação, notas de 0 a 10 para:

*Presidente Jair Bolsonaro?

Sidnei Cieslak: Para o presidente eu vou dar uma nota 5.

Porque eu vi que teve muita perda de direitos na gestão dele. A política ambiental foi uma falha, me refiro a questão da Amazônia. Também a própria condução do processo da Covid-19, pois hoje nós estamos com quase 120 mil mortes no nosso País. O governado federal deveria ter assumido essa posição, mas abriu para que prefeitos e governadores agissem por si. Parece que ele (Bolsonaro) ainda não caiu, ou não sentou na cadeira de presidente. Ele está ainda como deputado baixo clero e acho que isso dificulta muita na política econômica, não apenas nacional, mas mundial e, o Brasil sofre bastante com isso.

*Governador do Paraná, Ratinho Junior?

Sidnei Cieslak: Eu dou nota 6.

Eu acho que ele deu continuidade, principalmente para União da Vitória, na liberação de recursos, como a reforma do Pastuch e a própria ponte. Isso foi importante para o município de União da Vitória.

* Prefeito de União da Vitória, Santin Roveda?

Sidnei Cieslak: Eu vou dar uma nota 7.

Ele é um prefeito jovem. É um jovem na política. Ele também deu continuidade nas obras iniciadas na gestão do Pedro Ivo e, isso também foi importante. Claro que um ou outro programa não andou, porque depende de cada gestor; depende da visão de cada um. Mas, assim no geral, eu acho que ele foi bem. Faltou ouvir a população, as associações de moradores. Faltou uma discussão mais popular, que é uma linha do PSB.

Mas como falei, cada um tem uma visão.

CBN Vale do Iguaçu: Qual o diferencial do PSB se comparado aos demais partidos?

Sidnei Cieslak: O PSB é o partido que pensa nas pessoas. Ele (partido) trabalha visando uma distribuição de renda e oportunidade de viver bem e, para isso o PSB trabalhar muito. O principal foco é esse: dar uma condição melhor às pessoas e diminuir a desigualdade social.