Parlamentar entra com ação popular para manter Valeixo visando autonomia e independência da PF

Quem comentou o assunto foi o Deputado Federal Aliel Machado (PSB)
alielmachado-psb-politico

A Justiça Federal concedeu hoje o prazo de 72 horas para que a União explique a exoneração a pedido do ex-Diretor-Geral da Polícia Federal, Maurício Leite Valeixo.

O prazo dado pelo juiz Juiz Francisco Ribeiro é uma resposta às ações populares protocoladas contra o ato de exoneração, sendo uma delas do Deputado Federal Aliel Machado (PSB), horas após as declarações do então Ministro da Justiça, Sérgio Moro, de que o Diretor-Geral não havia pedido exoneração, mas teria sido exonerado contra sua vontade.