“Vamos analisar candidato por candidato para que a gente tome a decisão correta”

Itamar Zanin, presidente do Patriota em União da Vitória, participou do Programa CBN Manhã de Notícias
25348486_1967003623316228_874820210649016082_n

O convidado do Programa CBN Manhã de Notícias foi Itamar Zanin, presidente do Patriota em União da Vitória.

Desde o dia 17, você confere a participação dos presidentes dos partidos políticos de União da Vitória e Porto União. A intenção é entender a posição atual e a tendência do partido nas eleições municipais deste ano.

Partido

No Brasil, o Patriota aparece em 18º com maior número de filiados, sendo 189.450.

No Paraná é o 17º, com 16.880 membros.

Já em União da Vitória é o 18º, com 54 filiados.


Confira a entrevista:

CBN Vale do Iguaçu: Qual é a posição do partido em relação ao executivo. Haverá candidatura própria para as eleições 2020?

Itamar Zanin: Com relação a isso, nós não iremos lançar nenhum candidato para concorrer ao executivo. E, com relação a conversas com outros partidos estamos analisando, e aguardando o momento certo.

CBN Vale do Iguaçu: Poderia adiantar sobre quais partidos os senhores estão conversando, e qual linha estão adotando sobre o executivo nessas eleições?

Itamar Zanin: Na verdade, neste momento, estamos analisando as outras coligações para daí, decidirmos. Vamos analisar candidato por candidato para que a gente tome a decisão correta.

CBN Vale do Iguaçu: Sobre o legislativo, devem apresentar nominata completa às convenções?

Itamar Zanin: Com relação ao legislativo nós não iremos lançar candidatos.

CBN Vale do Iguaçu: Porque o partido tomou essa decisão?

Itamar Zanin: Na verdade tínhamos no início do ano uma chapa quase que completa. Eu não procurei trazer mais filiados com perspectivas de serem candidatos às eleições 2020, devido que as convenções aí, a gente teria que deixar pessoas de fora né.  Só que eu tive esse cuidado e, no momento final das filiações, aí nos últimos prazos para quem quisessem sair candidato, alguns mudaram de partido e ficou um número reduzido. Com relação ao coeficiente eleitoral orientamos a eles que procurassem outra sigla para saírem como pré-candidatos.

CBN Vale do Iguaçu: O senhor destacou que o partido não terá candidatos para o executivo e legislativo. De que maneira, o partido atribui a sua participação no pleito deste ano?

Itamar Zanin: Eu vejo que todo mundo pode contribuir aí com ideias. A gente, através da participação e apoio à um candidato, pode unir propostas e colocar à disposição dessa pessoa.

CBN Vale do Iguaçu: Sua avaliação, notas de 0 a 10 para:

*Presidente Jair Bolsonaro?

Itamar Zanin: Com relação ao nosso presidente, eu acho que vem fazendo um bom trabalho.

A minha nota é 8.

Eu destaco como pontos negativos, no meu ponto de vista, primeiro: com relação ao início da pandemia, ele (Bolsonaro) se precipitou em algumas declarações. Não entro no mérito se estava certo ou não, mas penso que deveria ter tido cautela em algumas declarações, porque envolve questões de vida e, faltou cautela para ele nesse início da pandemia.

Segundo ponto é a aliança com o Centrão. Eu vejo como negativo isso. Ele tomou essa decisão para evitar um possível impeachment. Mas ele deveria ter se mantido afastado do Centrão.

*Governador do Paraná, Ratinho Junior?

Itamar Zanin: Até ontem minha nota era oito para ele né.

Hoje eu daria 7.5, diante da última notícia sobre o reajuste da tarifa da Sanepar. Não é o momento para se aumentar impostos e valores, principalmente no que é essencial para o povo e, que vem sofrendo pela pandemia. Mas em geral, ele vem fazendo um bom trabalho. Eu vejo que nesses últimos dois anos e pouco que ainda restam para ele espero aumentar essa nota.

CBN Vale do Iguaçu: Itamar, o Governo do Estado divulgou que vai pedir a suspensão deste aumento na tarifa de água e de esgoto. A informação muda a sua nota?

Itamar Zanin: Eu acho que se isso acontecer, aí volta para aquele 8, que era a minha opinião anterior. É claro que é preciso cautela com relação a essas notícias, porque as vezes, é preciso de um tempo para a gente avaliar. Imaginei que o governo teria esse posicionamento e bom senso sobre o assunto.

*Prefeito de União da Vitória, Santin Roveda?

Itamar Zanin: A minha nota é 6.5.

            Três pontos aqui que eu vejo que faltou um melhor posicionamento.

O primeiro, porque houve um excesso de cargos comissionados e, eu ressalto que não sou contra, mas dentro de uma quantidade não muito alta. 

O segundo ponto, eu vejo que faltou empenho por parte do executivo na implantação do presídio em União da Vitória; inclusive está se refletindo agora né, pois nos últimos meses tem tido um trabalho muito bom da polícia militar, excelente eu diria. Mas a polícia militar está prendendo e os criminosos são soltos por não terem onde ficar; é preciso um empenho melhor para esse presídio. Na verdade, não foi aprovado o projeto na câmara, mas não isenta que o executivo tivesse tido um trabalho em prol disso. Penso que é um assunto para entrar um debate em uma próxima oportunidade para que em breve possam iniciar as obras. Haja visto que é um dinheiro que já estava disponível e que poderia ter sido aproveitado. Tece

O terceiro pronto, é o fato do empréstimo de 18 milhões de reais por parte do executivo, embora haja muitas obras na cidade, mas penso que futuramente isso vai pesar para os munícipes de União da Vitória.

Mas em geral, as coisas estão andando e a minha opinião é como cidadão e não como presidente do partido.

CBN Vale do Iguaçu: O fato de o partido não lançar candidatura neste pleito, o senhor acredita que poderá representar certa fragilidade da sigla, visando as próximas eleições?

Itamar Zanin: Na verdade, quando você não sai com candidato, há essa fragilidade né. Nos vimos, que desde 2015, quando tinha antigos partidos e, que a perceptiva era eleger pelo menos um nome para 2020. Isso não aconteceu e, é real esse desgaste. Mas vamos fazer uma análise sobre o rumo do partido aqui. Nós precisamos trabalhar. O passado já foi e precisar pensar no futuro.