“Ampliação de cadeiras? Totalmente desnecessária”

Alandra Roveda (PL), vereadora de União da Vitória, foi a penúltima participante da série Político é tudo igual?
2020 08 26 Alandra Roveda

Em vias de se iniciar o processo eleitoral 2020, a CBN Vale do Iguaçu, até este dia 6 de agosto, entrevistou os vereadores de União da Vitória e de Porto União para que você possa tirar suas próprias conclusões acerca da indagação sobre a igualdade dos políticos.

Alandra Roveda (PL), vereadora de União da Vitória, foi a penúltima participante da série, nesta quinta-feira, 6.

Entrevistada

Atual vice-presidente da Câmara de Vereadores de União da Vitória; foi presidente da Comissão de Finanças e da Comissão de Constituição e Justiça; foi a primeira mulher a presidir uma sessão – até hoje, em 130 anos de União da Vitória.


Confira entrevista.

CBN Vale do Iguaçu: Em sua opinião, qual foi sua principal contribuição enquanto vereador neste mandato?

Alandra Roveda: Eu não poderia citar somente uma contribuição, porque eu sempre fui muita ativa, nas comunidades, nas reuniões, nas obras, buscando projetos, recursos, para melhorar a vidas das pessoas, para melhorar a vida das famílias. Eu nunca deixe de estar junto com o povo. Então eu vou citar algumas. Pela questão de ser mulher eu quis fazer ações de combate a violência contra a mulher. Criei em parceria com o doutor Carlos Matiolli, um projeto chamado Ônibus Lilás. Esse projeto fez ações nas comunidades, fazendo atendimento psicológico, exames, parte jurídica, social, para todas essas mulheres e junto a elas nas comunidades. Estivemos em várias localidades para combater a violência contra a mulher.

Na questão de saúde, eu trabalhei em prol das pessoas com câncer. Consegui junto a Rede Feminina de Combate ao Câncer a ampliação do seu terreno, para que construam uma nova sede, melhor e maior para a ampliação de atendimento aos pacientes. Tem um projeto tramitando na câmara que pede a gratuidade das passagens de ônibus para os pacientes, enquanto estiverem fazendo o tratamento de câncer.

Também a Lei de Humanização no Posto Central é minha. A lei melhorou o atendimento aos usuários do sistema. Também consegui junto ao Deputado Federal do meu partido, mais de um milhão de verbas e custeio para a saúde.

Na questão dos Centros Municipais de Educação Infantil – Cmeis, no fim do ano passado, foi aprovado uma lei de minha autoria, que reorganizou as filas dos Cmeis dando prioridade a quem mais precisa, e não mais por vez de chegada. Isso deu condições de abrir novas vagas.

Também consegui recursos de 300 mil reais para a ampliação do Cmei Odete Conte, que é o mais antigo de União da Vitória.

Na área do esporte, consegui uma mini arena no São Sebastião, ainda 380 mil reais para o projeto Meu Campinho que será instalado no bairro São Gabriel, 30 mil reais de Kits esportivos.

Na causa animal, em conjunto com as protetoras conseguimos a reforma dos canis para os animais remanentes do Coala, licitação de mais de 3 mil castrações em andamento. Por último, um castra móvel que servirá para fazer ações nos bairros, diminuindo a população de animais de rua e castrando os animais de famílias que não tem condição. Muitas outras ações ficaram paradas pela razão da pandemia.

CBN Vale do Iguaçu: O que o senhor pensa sobre a demanda popular recorrente que pede redução de salários dos vereadores?

Alandra Roveda: Sou totalmente contrária a qualquer tipo de aumento neste momento. E ainda, quero ressaltar, que nunca tivemos uma economia tão grande na câmara como agora.

CBN Vale do Iguaçu: Qual é a sua opinião sobre a ampliação de cadeiras no legislativo municipal?

Alandra Roveda: É totalmente desnecessária, pois já temos uma câmara que supre a necessidade do município.

CBN Vale do Iguaçu: Qual é a nota que dá e porque – para o Presidente Bolsonaro?

Alandra Roveda: Quando você (reportagem) me pede para dar uma nota ao presidente, eu não acho importante nota. Eu acho importante saber que ele é o nosso presidente, eleito, e nós temos que torcer que ele faça um governo para povo brasileiro. Que ele (Bolsonaro) realmente merece um governo forte, que dê possibilidade de trabalho e foque no caminho do progresso.

CBN Vale do Iguaçu: A senhora vai ficar neutra em nota?

Alandra Roveda: Então, que seja oito.

CBN Vale do Iguaçu: Para o Governador do Paraná, Ratinho Junior?

Alandra Roveda: O Governador Ratinho Junior está na metade do seu mandato e até agora tem se mostrado muito parceiro dos municípios e isso é muito importante. Muitas obras que estavam em andamento quando ele entrou, continuaram normalmente e ainda tivemos liberação de outros recursos.

Então nota oito.

CBN Vale do Iguaçu: Para o prefeito Santin Roveda?

Alandra Roveda: Eu vejo o prefeito com muito profissionalismo e energia. Tanto que muitas obras que ficaram anos parados, saíram do papel e se tornaram realidade.

Alandra Roveda: A minha nota para ele é nove.

CBN Vale do Iguaçu: Como a senhora avalia o cenário eleitoral do município neste momento?

Alandra Roveda: Eu vejo nesse momento que há uma nuvem muito grande de pré-candidatos, né, e acredito que isso se afunile, ficando entre dois ou três. Mas o importante é que o momento precisa, mais do que nunca, de bons administradores para a prefeitura, que tenha coerência e propostas reais. Nós estamos passando por um momento delicado e isso vai ter projeção futura, não há mágica, precisamos ser criativos e responsáveis.

CBN Vale do Iguaçu: É pré-candidata a um novo mandato?

Alandra Roveda: Sou sim; pré-candidata como vereadora de União da Vitória.