Bituruna identifica Cepa de Manaus da Covid-19

A Fundação Municipal de Saúde de Bituruna recebeu nesta segunda-feira, 21, o resultado de exame comprovando a existência da variante P.1 da SARS-CoV-2, rebatizada de Gamma e identificada pela primeira vez em novembro de 2020 na cidade de Manaus, o sequenciamento genético foi realizado pela Fundação Oswaldo Cruz- Fiocruz a partir de uma amostra de paciente positivo coletada no dia 3/5/2021.

Estudos recentes realizados pela Fiocruz associam a variante P.1 a uma taxa de transmissão de 1,7 a 2,4 vezes maior, carga viral de até 10 vezes maior que outras cepas, maior agressividade e maior taxa de óbitos, principalmente entre pacientes mais jovens e sem comorbidades.

Além da maior chance de reinfecção, visto que esta variante consegue driblar os anticorpos naturais, gerados por uma infecção anterior de SARS-CoV-2, porém não consegue escapar dos anticorpos gerados pelas vacinas.