Funcionamento do comércio é destaque na Câmara de Porto União

Fechamento-do-comercio-e-destaque-na-Camara-de-Porto-Uniao-5-720x480

Com a presença de todos os vereadores, foi realizada na noite de segunda-feira, 1º, a 4ª Sessão Ordinária da Câmara de Vereadores de Porto União.

Durante as falas, tanto no pequeno expediente quanto no grande expediente, as novas medidas de fechamento do comércio impostas pelo Governo do Estado nortearam a fala dos legisladores.

Expediente

No expediente, destaque para a solicitação do vereador Luiz Alberto Pasqualin (PSDB) para que a Câmara encaminhe ofício convocando o Secretário de Saúde para prestar esclarecimentos sobre a questão da Covid-2019 no município.

Pequeno Expediente

 Walbert de Paula e Souza (PL), Fernando Batista Alves   

O vereador Walbert de Paula e Souza (PL), no início da sua falar abordou a questão do coronavírus e se mostrou contrário ao fechamento completo do comércio. Walbert defende uma maior fiscalização e a abertura de um diálogo entre os poderes Legislativo, Executivo e Judiciário e entidades representativas para que se encontre uma solução adequada para ambos.

O 2º secretário, Fernando Batista Alves (PSDB), completou a fala do vereador Walbert reafirmando a necessidade de uma fiscalização mais acentuada no comércio.

Grande Expediente

Miguel Von Guilsa (PSD) e Gildo Masselai (PSDB)

O vereador de primeiro mandato, Miguel Von Guilsa (PSD), usou do seu tempo na tribuna para solicitar a elaboração de um ofício para que seja colocado um toldo no Posto de Saúde do bairro Vice-King. Segundo o vereador, as pessoas que esperam atendimento ficam ao relento.

O presidente da Casa, Gildo Masselai (PSDB), lembrou o vereador Miguel que o posto de saúde do Vice King está em reforma e que certamente inclui na melhoria do local a colocação de uma cobertura adequada.

Já na sua fala na tribuna, Masselai usou do tempo para afirmar que as crianças, os caminhoneiros e os profissionais de educação deveriam ter prioridade para serem vacinados. “A educação não pode parar. O conhecimento precisa andar”.

“As unidades de saúde não aguentam mais “

Enfermeira ligada a Secretaria de Saúde do Município, a vereadora Eliane Aparecida dos Santos (PSC), pediu uma parte durante a fala do vereador Miguel no grande expediente e fez um desabafo da  atual situação dos profissionais de saúde de Porto União. Em suas palavras, os profissionais estão exaustos. “A gente acaba de atender dez pessoas, chega mais onze, e assim vai. O meu telefone para monitoramento dos paciente infectados não para de tocar. É gente pedindo socorro o tempo todo”.

Na ordem do dia

Na ordem do dia, foi realizada a votação do parecer favorável da Comissão de Finanças, Orçamento e Patrimônio dos projetos que autorizam a prefeitura a firmar convênio com a Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (CIDASC). Um dos projetos permite que a prefeitura disponibilize um funcionário para o órgão.