“Não contratei parente para evitar alvoroço com terceiros”

Euclides Pasa (Bibi), prefeito de Cruz Machado pelo PDT, foi o convidado da série de entrevistas Político é tudo igual?
WhatsApp Image 2020-08-10 at 13.15.26

Euclides Pasa (Bibi), prefeito de Cruz Machado pelo PDT, foi o convidado da CBN Vale do Iguaçu, nesta segunda-feira, 10. Ele participou da série de entrevistas Político é tudo igual?

A polarização das redes sociais somada à frustração geral das pessoas com a política; faz com que o cidadão pense que os políticos são todos iguais.

Mas e você, qual é a sua opinião?

Entrevistado

Euclides carrega no currículo três mandatos de vereador, dois deles como o mais votado; também foi presidente da Casa de Leis. ‎Atualmente cumpre o terceiro mandato de prefeito. Sua vida política sempre foi pautada pelo PDT.


Confira a entrevista:

CBN Vale do Iguaçu: Em sua visão, qual foi sua principal atitude como Prefeito durante este mandato?

Euclides Pasa: O que a gente mais foca é na saúde e na educação. Claro que nós temos muitas necessidades, como por exemplo, as estradas de Cruz Machado, que nos preocupa bastante. Temos mais de quatro mil quilômetros de estradas municipais, dentro do município. A maior dificuldade nesse mandato foi a queda de arrecadação, e principalmente esse último ano. Está sendo muito difícil de trabalhar, além da seca que prejudica a queda de *royalties, o *FPM e o*ICMS também caiu bastante. Mas aos poucos a gente vai tocando e mantendo as obrigações do município. Principalmente a folha de pagamento, pois em todos os meus mandatos eu nunca atrasei, nenhum dia; sempre foi levado em dia e, até este ano, já fizemos o pagamento da metade do décimo terceiro também.

CBN Vale do Iguaçu: O que pensa sobre os patamares salariais do funcionalismo municipal, principalmente sobre os cargos comissionados de livre nomeação?

Euclides Pasa: Na verdade, aqui em Cruz Machado não é alto o salário de comissionado; o valor do secretário por exemplo, hoje é de quatro mil e pouquinho. E aí tem os diretores que o valor cai bastante. O menor valor de comissionado aqui é R$ 1.200 reais. Nós não temos muitos comissionados, e tentei desde o início do mandato, colocar secretários que já são funcionários da prefeitura para não atingir o índice da folha.

CBN Vale do Iguaçu: Qual sua opinião sobre a contratação de parentes?

Euclides Pasa: Na verdade eu nem contratei parente. Não contratei para evitar que dê muito alvoroço com terceiros. Eu não vejo nada demais em contratar parente. Eu aqui não contratei nenhum parente às secretarias.

CBN Vale do Iguaçu: Qual é a nota que dá e porque para o Presidente Bolsonaro?

Euclides Pasa: Eu considero um bom governo. Ele (Bolsonaro) tem umas ideias assim, meio complicadas. Mas na verdade não é fácil de controlar, porque as ideias dele, às vezes, são boas, mas não passam no senado, nem na câmara federal, então é bem complicado. Ele tem tomado atitudes que eu aprovo.

Então eu dou nota nove.

CBN Vale do Iguaçu: Para o Governador do Paraná, Ratinho Júnior?

Euclides Pasa: Para o Ratinho eu dou nota dez.

Porque ele está no caminho certo e está agindo bem. Principalmente, nós aqui, de município pequeno, além dele dar atenção quando a gente liga, ou retorna uma ligação, demostra estar sempre pronto para atender. Muitas vezes o governo do estado não dá atenção para municípios pequenos. O Ratinho está indo muito bem. Ele pegou essa crise agora (pandemia) mas está indo. Eu estou muito contente com ele.

CBN Vale do Iguaçu: Para o prefeito de Bituruna, Claudinei de Paula Castilho?

Euclides Pasa: Ah, eu? O meu mandato eu tenho que valorizar.

Mas eu digo assim que eu deixei muita coisa para fazer. Eu não fiz um mandato bom. A gente reconhece que não foi possível atender todos os anseios da população. Não consegui trabalhar com todas as máquinas, e em pleno vapor. Dependemos muito do Governo do Estado, da ajuda de deputado estadual e federal, para conseguir trabalhar nesses quase três anos e oito meses.

CBN Vale do Iguaçu: Como o senhor (a) avalia o cenário eleitoral do município neste momento? (Expectativas, candidaturas / apoio)

Euclides Pasa: Eu tenho o meu vice que vai sair como candidato a prefeito, que é o Ronaldo Gitica e tem também o Toninho ‘da saúde’ que é funcionário da prefeitura e que já foi prefeito. São duas pessoas que estão certas as candidaturas. Mas tem mais umas duas ou três pessoas que devem sair como candidatos, cito o Nequinho, o Antônio Glabb, nomes que tem possibilidades de saírem candidatos.

CBN Vale do Iguaçu: É pré-candidato a algum cargo na atual eleição? Se sim, qual?

Euclides Pasa: Não. Nesse mandato não. Eu vou deixar para os mais novos que toquem esses próximos quatro anos.

**************

* Royalties – são os valores em dinheiro pagos pelas petroleiras à União e aos governos estaduais e municipais dos locais produtores para ter direito a explorar o petróleo. Já as participações especiais são uma compensação adicional e são cobradas quando há grandes volumes de produção ou grande rentabilidade.

*FPM – Fundo de Participação dos Municípios é uma transferência constitucional (CF, Art. 159, I, b), da União para os Estados e o Distrito Federal, composto de 22,5% da arrecadação do Imposto de Renda (IR) e do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI).

*ICMS – é a sigla referente ao imposto sobre circulação de mercadorias e prestação de serviços de transporte interestadual e intermunicipal e comunicação. É competência de cada estado brasileiro instituir e cobrar os valores que devem ser tabelados referentes aos mesmos.