“Não me foi dada oportunidade de fazer mais por Porto União”

Percy Storck, vice-prefeito de Porto União, pelo Partido Social Democrático (PSD), participou da série de entrevistas Político é tudo igual?
2020 08 08 Percy Storck

Nesta sexta-feira, 7, a CBN Vale do Iguaçu deu continuidade à série de entrevistas Político é tudo Igual?

O primeiro convidado foi Percy Storck, vice-prefeito de Porto União, pelo Partido Social Democrático (PSD).

Convidado

Empresário do setor químico; em 2017, foi eleito Vice-Prefeito de Porto União; assumiu no mesmo ano a Secretaria de Indústria, Comércio e Desenvolvimento Sustentável e Secretaria do Meio Ambiente, departamentos que dirigiu até janeiro de 2020, onde se exonerou para disponibilizar seu nome come pré-candidato para o executivo de Porto União.


CBN Vale do Iguaçu: Em sua visão, qual foi sua principal atitude como Vice-Prefeito durante este mandato?

Percy Storck: A principal atitude foi estabelecer uma relação de diálogo entre o gabinete do prefeito e todos os setores da sociedade local e estadual, até onde isso foi possível. No primeiro ano do mandato, entramos com uma extensa pauta de festividades do centenário, cumprindo todos os projetos e datas comemorativas, conforme a determinação da comissão do centenário. Solicitei e fui acatado pela Assembleia Legislativa, sobre a instalação da mesma, em sessão solene em nossa cidade, onde muitos cidadãos de Porto União forma homenageados na ocasião do aniversário de nosso Município.

Assumi o cargo de secretário municipal de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente em janeiro de 2017, sem ônus para o Município, contribuindo com uma economia direta de salário mensal de R$ 5.885 reais, aos cofres do município, dando um total de R$ 230 mil reais, em 37 meses em que trabalhei na pasta. Valores esses dos vencimentos do meu antecessor e que podem ser conferidos no portal da transparência da prefeitura de Porto União.

Através desta secretária, eu busquei sempre a integração das demais secretarias, envolvendo-as em participação de vários projetos ambientais, destaco as parcerias com as secretárias da saúde, e de suas subdivisões da vigilância sanitária, epidemiológica e ambiental, no combate à dengue, Chikungunya e febre amarela. Foram feitos mutirões de limpeza programados em todos os bairros da cidade. O primeiro mutirão inclusive, de integração de Porto União e União da Vitória, uma ação conjunta que ficou para a história com força de unidade dos dois municípios.

Projetos de reciclagem com integração dos Cras e Caps, fazendo atividades coma as pessoas, fazendo com que elas possam criar em cima daquilo que se possa ser de fonte renovável e aproveitável.

Acordo com o IMA- Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina, antiga Fatma, com o Ministério Público para um recadastramento dos cemitérios municipais, onde estavam cadastrados 22 cemitérios.

* Demais ações do Município citadas pelo Vice-Prefeito você confere em áudio – a seguir.

* Percy, se ateve a principal atitude como Vice-Prefeito durante este mandato, que foi a pergunta feita no início.

Percy Storck:

Foi atuar como vice-prefeito buscando junto ao gabinete do atual prefeito uma integração aos munícipes.

CBN Vale do Iguaçu: O que pensa sobre os patamares salariais do funcionalismo municipal, principalmente sobre os cargos comissionados de livre nomeação?

Percy Storck: Como gestor público e empresário também, eu penso que o diálogo com os colaboradores, uma conversa olho no olho, a liberdade de expressão e troca de ideias proporcionam aos trabalhadores mais motivação. Entendo que nesta questão, eu penso que através do diálogo e da oscilação de produtividade que teremos condições de estabelecer remunerações justas, permitir que a base de apoio dos participantes, das ações se realizem através de conquistas de estímulos de trabalho e motivacionais.

CBN Vale do Iguaçu: Qual sua opinião sobre a contratação de parentes?

Percy Storck: Sou totalmente contra a contração de parentes. Porque, por incrível que pareça existe uma lei na câmara de vereadores que fale e trata sobre essa questão de emprego de parentes. Então, existe uma lei de nepotismo e eu não concordo com a contratação.

CBN Vale do Iguaçu: Qual é a nota que dá e porque para o Presidente Bolsonaro?

Percy Storck: Eu votei nele pelo simples fato que entendo que a tentativa de eternização de poder não permite uma nação crescer e prosperar. Penso ser saudável uma troca de comandando e se faz necessário, urgentemente, uma reforma política para o enxugamento da máquina pública.

Então nota oito.

Para o Governador de Santa Catarina, Carlos Moisés?

Percy Storck: O nosso candidatado nas eleições era o Gelson Merisio, do PSD, e perdeu no segundo turno. Destaco que o que faltou ao senhor Moisés foi humildade em reconhecer que ele poderia pedir auxílio a sua candidatura aos demais partidos, mesmo os não coligados, aproveitando a experiência e conhecimentos dos demais. Ele preferiu como muitos eleitos, até nas municipais, mexer-se, trabalhando apenas como grupo e não equipe.

Minha nota é 3.

Para o prefeito de Porto União, Eliseu Mibach?

Percy Storck: Quando nós fomos eleitos havia um projeto no qual a participação do vice-prefeito teria espaço democrático em conjunto nas ações do município, durante a atual gestão. Infelizmente não foi isso o que aconteceu. Teve opiniões divergentes e impositivas pós eleições, por parte do atual prefeito. Assim mesmo optei por dar continuidade em virtude das conclusões dos projetos e assim estabelecidos previamente.

Minha nota é 3. 

CBN Vale do Iguaçu: Como o senhor (a) avalia o cenário eleitoral do município neste momento? (Expectativas, candidaturas / apoio)

Percy Storck: Com certeza as eleições desse ano entrarão para a história do País. Na maioria dos municípios não será diferente, em virtude do momento que vivemos. A maioria da população anseia por mudanças. Respondendo a pergunta: Político é tudo Igual? Eu entendo que não. Felizmente que não. Evidente que nós estamos trabalhando com alegria, a participação cada vez maior da nossa sociedade em participar de processor importantes e fundamentais para a nossas vidas. Ou seja, é através da participação da sociedade que formaremos um município, um país, em especial as mulheres, a juventude, são fundamentais para o fortalecimento da democrática. É um avanço. Reformar essa antiga, pesada e onerosa política do País, eu entendo que precisamos renovar. Na minha opinião que a cada eleição tenhamos a oportunidade de mudar, renovar e acreditar em uma condição melhor.

CBN Vale do Iguaçu: É pré-candidato a algum cargo na atual eleição? Se sim, qual?

Percy Storck: Sim, sou pré-candidato ao cargo de prefeito de Porto União. Desejo contribuir muito com a minha experiência adquirida e por não ter tido a oportunidade de fazer mais, devido ao pouco tempo cedido neste mandato. Foram 30 dias de substituição do atual prefeito divido em dois estágios: no ano de 2018 onde encaminhei aos meus parlamentares ofícios solicitando ao Dnit a construção o trevo na área industrial e foi executado e considerado até então o trevo de maior índice de acidente da SC-280; já em 2019, 15 dias de trabalho como prefeito substituto, fomos postos a prova na estruturação da defesa civil municipal, juntamente com o 5º Batalhão de Engenharia e encaramos de frente, com a apoio da polícia militar e bombeiros, em relação das enchentes.

Finalizo, com uma mensagem: “Sonhe, trace metas, estabeleça prioridades e corra riscos para executar seus sonhos. Melhor é errar por tentar, do que errar por omitir”, Augusto Cury.