No Paraná mortes durante confrontos policiais crescem 23,8%

ARMA

O Paraná registrou 380 mortes em confronto com policiais civis e militares e guardas municipais em 2020, de acordo com dados divulgados pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público Estadual do Paraná. No primeiro semestre do ano passado, foram 184 mortes. Já no segundo semestre, foram 196 mortes no total.

O ano de 2020 teve 73 mortes a mais do que em 2019, quando 307 pessoas morreram em confrontos policiais, um aumento de 23,8%.

O controle das mortes em confrontos policiais pelo Gaeco faz parte de estratégia institucional de atuação do MP com o objetivo de contribuir para diminuir a letalidade das abordagens conduzidas pela polícia.

Segundo o Ministério Público, a iniciativa é constantemente discutida com representantes da Secretaria de Estado da Segurança Pública, da Polícia Civil e da Polícia Militar.