“O cinema é a linguagem artística mais democrática que existe”, afirma cinéfila

Meg Mamede é também idealizadora, curadora e produtora da Mostra Internacional de Cinema que acontece em Bituruna de 18 a 21 de outubro
2018 10 11 Meg Mamede

Meg Mamede é cinéfila sim, e com muito orgulho! Ela é entusiasta de filmes cinematográficos, também idealizadora, curadora e produtora da Mostra Internacional de Cinema que acontece em Bituruna, de 18 a 21 de outubro.

A profissional que é de Curitiba (PR) participou nesta quinta-feira, 11, do Programa CBN Tarde de Notícias. Ela compartilhou sobre o evento que é gratuito e que leva produções de cinema nacional e estrangeiro sobre cultura e alimentação. “O cinema é a linguagem artística mais democrática que existe”.

Com 14 títulos, a 2ª edição da Mostra Internacional de Cinema traz produções brasileiras e estrangeiras para Bituruna. O tema da mostra deste ano é “Memórias que alimentam tradições” e o evento acontece no Anfiteatro Romilde Vanzin, anexo à escola Paulo Roberto Geyer (Bairro Nossa Senhora Aparecida). O objetivo é apresentar produções que tratem de assuntos como alimentação, usos e costumes, memória, tradição e cultura local.