Reforma Tributária: “Proposta apresentada tem prós e contras”

Mestre em Administração e profissional de contabilidade, diz que o setor de serviços teme aumento da carga de impostos; por outro lado, a proposta tende a simplificar o sistema tributário
WhatsApp Image 2020-07-29 at 19.31.42

O Ministério da Economia apresentou no dia 21 de julho, ao Congresso Nacional, a primeira etapa da proposta de reforma tributária. Neste momento, a proposta prevê uma reformulação da tributação sobre o consumo com a criação da Contribuição sobre Bens e Serviços (CBS) em substituição ao atual PIS/Cofins.

De acordo com Marco Aurélio Pitta, mestre em Administração, o projeto apresentado tem prós e contras.

Para ele, o setor de serviços teme aumento da carga de impostos, já que empresas de pequeno porte que tenham custos com mão de obra, como salões de cabeleireiro e escolas, serão atingidas. Por outro lado, a proposta tende a simplificar o sistema tributário – o que motiva a geração de negócios no Brasil e incentiva a abertura de novas empresas e, consequentemente, aumento da empregabilidade.