“Somente a fêmea do Aedes aegypti precisa de sangue para a produção de ovos”, afirma bióloga de Canoinhas

Cristina Brandes Grosskopf participou do Programa CBN Tarde de Notícias, desta segunda-feira, 14
WhatsApp Image 2018-05-14 at 17.12.03

A bióloga na Secretaria Municipal de Saúde em Canoinhas, Cristina Brandes Grosskopf, participou do Programa CBN Tarde de Notícias, desta segunda-feira, 14, onde falou sobre o mosquito da dengue, o Aedes aegypti.

Na ocasião, explicou que “Somente a fêmea do Aedes aegypti precisa de sangue para a produção de ovos”. Disse que tanto o macho quanto a fêmea se alimentam de substâncias que contêm açúcar (néctar, seiva, entre outros), mas como o macho não produz ovos, não necessita de sangue. Normalmente, três dias após a ingestão de sangue as fêmeas já estão aptas para a postura, passando então a procurar local para desovar.

Cristina, no momento da entrevista, estava com a equipe do Programa de Controle e Combate ao Aedes aegypti de Canoinhas, no Campo D’Água Verde, local que na semana passada foi encontrado e confirmado o primeiro foco do ano de 2018 do mosquito Aedes aegypti na cidade. As larvas foram encontradas em uma armadilha monitorada pelo Programa de Controle e Combate ao Aedes aegypti.