Setor supermercadista foi o maior gerador de empregos no País

Empresário da região Sul do Paraná, Clemente Bahniuk, com MBA em Gestão e Varejo, está confiante para o crescimento do setor para o 2º semestre deste ano

Mesmo com os desafios impostos pela pandemia da Covid-19, o setor supermercadista foi o maior gerador de empregos no País, com 156.120 novos postos gerados, sendo 57.214 novas vagas em 2020, e 98.906, em 2021.

A informação foi divulgada em março deste ano pela Agência Brasil.

O setor foi responsável por 6,1% do total de novos postos de trabalho no período 2020/2021, de acordo com o Mapa dos Empregos no Setor de Supermercados, realizado pela Associação de Supermercados do Estado do Rio de Janeiro (Asserrj) em conjunto com a consultoria Future Tank. Ainda, a  Associação Brasileira de Supermercados (Abras) acredita que as vendas de supermercados devem avançar 2,8% em 2022, abaixo da alta de 2021.

De acordo com o empresário da região Sul do Paraná, Clemente Bahniuk, com MBA em Gestão e Varejo, está confiante para o crescimento do setor supermercadista para o 2º semestre deste ano.

Diretor da Rede Bahniuk há 14 anos, Clemente é um entusiasta e pesquisador de assuntos econômicos e de negócios. Atualmente, ele faz parte da diretoria da Associação Paranaense de Supermercados (APRAS) e afirma proximidade com os colegas do setor no Vale do Iguaçu.

“Sou aquela pessoa que está muita próxima da realidade supermercadista dos colegas. A troca de informações faz toda a diferença. Eu visito regularmente os supermercados das cidades e região e ouço os anseios dos comerciantes e também as expectativas”, diz.