Semana terá frio intenso, risco de neve e chuva congelada no Sul do Brasil

Alerta foi emitido por quatro institutos de meteorologia do PR; Vale lembrar que depois de um ano, volta a ter condição de neve em Santa Catarina

Além da chuva volumosa, a população deve se preparar para frio intenso nesta semana.

De acordo com quatro institutos de meteorologia – MetSul, Climatempo, Somar e Simepar, conforme alerta emitido neste domingo,16 e segunda,17, existe a possibilidade neve e chuva congelada na Região Sul do País, prevista para o final da semana com a chegada de uma massa polar intensa.

. Foto: Orlando Kissner/ANPr
Foto: ANPr

O alerta abrange o Rio Grande do Sul, Santa Catarina e os municípios de Palmas e General Carneiro, no Paraná. A previsão é que os fenômenos podem acontecer entre a quinta, 20 e o sábado,22.


Confira os comunicados meteorológicos (Bem Paraná): 

COMUNICADO DA METSUL

“Massas de ar frio fortes ocorrem virtualmente quase todos os anos no Sul do Brasil, mas esta será excepcionalmente forte e abrangente para a segunda metade do mês de agosto. A queda da temperatura será sentida a partir da quarta-feira no Rio Grande do Sul e entre quinta e sexta-feira será percebida nas demais regiões brasileiras. A quinta, a sexta e o começo do sábado serão dias de muito frio no Sul do Brasil. Como a massa de ar será por demais gelada, é comum que chegue com vento moderado a forte que vai trazer sensação térmica com valores muito baixos, negativos em muitas localidades”. 

O instituto alerta que a  probabilidade de neve é altíssima e que nos próximos dias as previsões serão atualizadas conforme a movimentação da massa polar.  A MetSul Meteorologia destaca que fenômeno que não se descarta ainda é a ocorrência de chuva congelada e que poderia se dar até em locais até de menor altitude, mesmo ao nível do mar, porque a atmosfera estará extremamente resfriada na segunda metade da semana e este tipo de precipitação pode ocorrer com a temperatura em superfície acima de 5ºC positivos.


CLIMATEMPO

“A combinação da frente fria, com a forte massa de ar polar e a circulação ciclônica de uma baixa pressão atmosférica, vão favorecer a entrada de ventos muito frios e úmidos na Região, portanto, há possibilidade de neve e chuva congelada nas serras gaúchas e catarinense entre a tarde e a noite da quinta-feira. A sexta-feira, dia 21 de agosto, ainda será bem úmida e fria nas regiões serranas, por isso a previsão de neve e chuva congelada ainda persiste no decorrer do dia.


Chuva

Nos últimos dias choveu entre 50 a 60 milímetros na Região Metropolitana de Curitiba (RMC). Apesar de ser um alento, ainda está longe de resolver a crise hídrica na região. Teoricamente, são necessários 100 mm de chuva para garantir o abastecimento por um mês. A boa notícia é que a previsão para os próximos dias é de mais chuva na Grande Curitiba e no Paraná.

Hoje, o tempo segue instável em todo o Estado.

De amanhã até a quinta-feira estão previstas chuvas em vários momentos, inclusive com chance para temporais com volume de chuva significativos em alguns locais.


Santa Catarina

Depois de um ano, volta a ter condição de neve em Santa Catarina, conforme a Epagri/Ciram.

O frio foi intenso no inverno de 2020, em Santa Catarina, mas com características de ar seco, o que favoreceu temperaturas negativas e geada. Até o momento, sem registro de neve, fenômeno associado a uma combinação de frio e umidade e com grande possibilidade de acontecer entre a próxima quinta e sexta-feira (dias 20 e 21/08), com o ingresso de uma intensa massa de ar polar no Sul do Brasil (ver Nota Epagri). Se a neve prevista se confirmar nos próximos dias, será a primeira de 2020 no Estado. O último registro foi em 02 de agosto de 2019, em São Joaquim.


Quais as localidades mais propícias para neve em SC (Conforme a Epagri)?

Municípios no Planalto Sul:

*como São Joaquim, Urupema e Urubici, são os mais propícios para ocorrência do fenômeno, por serem os de maior altitude, registrando as mais baixas temperaturas.

A neve prevista entre os dias 21 e 22/08/2020 pode acumular? Quais as áreas que podem ser atingidas?

*A neve prevista para essa semana tem chance de acumulo significativo, especialmente no Planalto Sul. E essa condição de neve se estende também para as áreas altas (acima de 700/800 m) do Oeste, Meio-Oeste e Planalto Norte.

Qual foi o caso de neve de maior abrangência em SC, atingindo várias regiões?

O evento que ocorreu entre 22 e 25 de julho de 2013, considerado histórico pela espacialidade e abrangência do fenômeno. Neste, foram quase 100 municípios com registro de neve, em grande parte das regiões catarinenses, o que representou cerca de 30% dos municípios do Estado. O fenômeno ocorreu até mesmo nas regiões do Vale do Itajaí e Grande Florianópolis, onde os registros são raros, pela proximidade com o litoral.

0 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta