Ney reassume

ney-leorevostO deputado Ney Leprevost (PSD) já reassumiu a função de secretário estadual da Justiça, Família e Trabalho para atuar com a retomada da geração de emprego e renda pós-pandemia no Paraná e para intensificar programas de apoio as pessoa em situação de vulnerabilidade social. “Essa será uma missão árdua que teremos pela frente. Vamos dar continuidade aos projetos e ações que iniciei em 2019 com mais entusiasmo e criar novas alternativas de parcerias com as empresas”, disse Leprevost.

João Guilherme

Leprevost, no entanto, pelo twitter declarou apoio ao candidato a prefeito de Curitiba do Partido Novo, João Guilherme Moraes. “Se a eleição fosse hoje, meu voto para prefeito de Curitiba seria no meu ex-vice, o médico João Guilherme Moraes. Uma boa opção pra vocês analisarem. Gente séria !”, postou.

200 colégios

A Assembleia Legislativa debate a proposta do governador Ratinho Junior que autoriza e regulamenta o funcionamento de até 200 colégios cívico-militares no Paraná. De acordo com o projeto, a gestão compartilhada entre militares e civis vai ocorrer do 6.º ao 9.º ano do ensino fundamental e no ensino médio. O modelo será de escolha livre da comunidade escolar por meio de consulta pública, em cidades com mais de 10 mil moradores que tenham ao menos duas escolas estaduais na área urbana.

Novo imposto

O deputado Ricardo Barros (PP) admitiu que a proposta de reforma tributária do governo federal deve incluir a criação de um novo imposto para compensar a desoneração da folha de pagamento das empresas. “Se não criarmos um novo tributo, não teremos a desoneração da folha”, disse.

Layoff

Os trabalhadores da Volkswagen em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, aprovaram a proposta da montadora de garantia dos empregos por cinco anos. O plano engloba a garantia dos empregos através do layoff, suspensão do contrato de trabalho com o trabalhador recebendo seguro desemprego e a empresa complementando o salário até 82,5%.

TSE divulga

O TSE divulgou a plataforma Divulga Cand Contas – sistema permite o acesso à informações detalhadas sobre a situação dos candidatos aos cargos de prefeito, vice-prefeito e vereador que vão concorrer às eleições de novembro. A consulta pode ser feita sem a necessidade de cadastro prévio ou aute

Hospital da Criança

O governo do Paraná repassou mais R$ 9 milhões para o Hospital da Criança de Maringá. A transferência formalizada pelo vice-governador Darci Piana foi a última parcela do termo de cooperação com o município para a conclusão da obra. O complexo de saúde terá 40 leitos de UTI nas alas pediátrica e neonatal, 124 leitos de internação, centro cirúrgico, um hospital-dia e um centro de especialidades.

Pesquisa

O hospital terá a ala de ensino e pesquisa que vai abrigar biblioteca, duas salas de aula, auditório e sala de simulação realística. “Maringá é um polo universitário e esse hospital vai oferecer um campo imenso para ensino e pesquisa”, ressaltou o secretário Beto Preto (Saúde).

Cirurgias eletivas

As secretarias de Saúde de Londrina, Astorga e Nova Tebas defenderam a retomada imediata das cirurgias eletivas no sistema público de saúde, interrompidas em decorrência da pandemia do coronavírus. “A grande preocupação hoje é a retomada das cirurgias eletivas, que hoje estão paradas”, disse Caroline Podanoschi na reunião da Frente Parlamentar do Coronavírus.

Vacina covid

Grupo de países ricos que representa 13% da população mundial comprou mais da metade do suprimento de vacinas contra a covid-19. De acordo com um relatório da ONG Oxfam, serão produzidas 5,9 bilhões de doses dos cinco principais imunizantes que estão na última fase de testes, o que seria suficiente para cerca de 3 bilhões de pessoas.

Vacina do povo

Até o momento, 51% desse montante foram encomendados por nações que incluem EUA, Reino Unido e Japão. O restante, adquirido ou com promessa de aquisição por Brasil, Índia, China, entre outros. Diante da constatação, a ONG pediu que se ofereça uma “vacina do povo”, que seria distribuída gratuitamente.

Novos equipamentos

A Secretaria Estadual de Saúde entregou novos equipamentos para hospitais de Foz do Iguaçu e Cascavel. O Hospital Municipal Germano Lauck recebeu 20 respiradores e 20 monitores para ampliar a ala do pronto socorro respiratório que vai abrir na próxima semana. Em Cascavel, o Hospital Universitário do Oeste do Paraná passa a contar com a ala de ressonância magnética. Foi inaugurado o espaço, que vai auxiliar em diagnósticos por imagem ainda mais precisos. O equipamento custou R$ 3,5 milhões.

Enfrentamento

“Estamos trabalhando em conjunto. Estes equipamentos para enfrentamento da covid-19, ampliam uma estrutura inédita, ampla e bem consolidada, uma porta diferente de atendimento com mais rapidez, tanto para Foz do Iguaçu como para a região. Este é o espírito da gestão, descentralizada, conforme nos determinou o governador Ratinho Júnior”, afirmou o secretário Beto Preto (Saúde).

Ferroeste

A Ferroeste foi qualificada no programa de concessões do governo federal. O objetivo é aumentar sua extensão, formando um corredor de 1.370 quilômetros e chegando a Maracaju, (MS). A ferrovia liga Cascavel ao Porto de Paranaguá escoa parte da produção do Mato Grosso do Sul, além de alcançar o Paraguai e a Argentina. Além disso, há o objetivo de interligar esse novo trecho à Ferrovia Norte-Sul.

Reforma tributária

A Frente Nacional de Prefeitos defende modelo do Simplifica Já na Reforma Tributária. “É fundamental aprimorar a tributação sobre na ref patrimônio, renda e herança, como, por exemplo, cobrar imposto sobre a propriedade de iates e jatinhos”, destacam em carta ao governo federal.

Reforma II

O modelo Simplifica Já, defendido pelos prefeitos, se refere a emenda 144 à PEC 110. De autoria do senador Major Olimpio (PSL-SP, prevê a uniformização do ISS no nível municipal e do ICMS no nível estadual, a desoneração parcial da tributação da folha de pagamentos, e a alteração nas regras de outros tributos federais, como PIS e Cofins.

Bolo tributário

Os prefeitos destacaram ainda que pretendem dialogar com o governo federal e governadores para uma “partilha vertical mais justa do bolo tributário”. As cidades aumentaram o total de receitas tributárias recebidas de 14% para 20% desde 1988, mas dizem que esse crescimento foi insuficiente diante da responsabilização crescente pela oferta de serviços públicos e reivindicam chegar a 30% em 30 anos (2050, portanto).

Reação

O deputado Ricardo Barros (PP), líder do governo na Câmara dos Deputados, reagiu em nota à operação de busca e apreensão em seu escritório em Maringá. “Ricardo Barros está tranquilo e em total colaboração com as investigações. O parlamentar reafirma a sua conduta ilibada e informa que solicitou acesso aos autos do processo para poder prestar mais esclarecimentos à sociedade e iniciar sua defesa. Ricardo Barros, relator da Lei de Abuso de Autoridade, repudia o ativismo político do judiciário”.

Recorde

Número de candidatos em Curitiba dobrou em relação a 2016. A cidade está entre as recordistas históricas em números de candidatos. Levantamento mostra que nas 15 maiores capitais do país houve aumento de 35% (de 136 para 184) no total de inscritos para concorrer aos executivos municipais, em comparação com 2016. É também o maior número em todas as campanhas municipais desde a redemocratização.

Reeleição

A Confederação Nacional dos Municípios aponta que a disputa municipal deste ano terá o maior número de prefeitos aptos a se reeleger da história. Ao todo, 4.377 mil poderão disputar um novo mandato no próximo dia 15 de novembro, equivalente a 78,6% das 5.568 cidades do País. A CNM explica que o motivo é a alta taxa de renovação verificada em 2016.

Modernização

O governador Ratinho Júnior (PSD) anunciou um programa de obras de infraestrutura que soma R$ 4 bilhões. Além de investimento em seguranças pública, boa parte dos recursos é para a modernização da malha rodoviária estadual. Haverá duplicações em dois trechos da BR-277, no trecho urbano de Cascavel e em Guarapuava. O programa é parte do planejamento de retomada da economia do Estado.

É o João

O MDB confirmou em convenção a candidatura de João Arruda a prefeito de Curitiba. O partido também escolheu a chapa de 52 candidatos – 16 mulheres e 36 homens. “Vamos fazer uma campanha sem grandes trucagens e sem marquetagem. Vai ser uma campanha simples, direta, usando as redes sociais”, disse.

Em Maringá

Convenção do PSL confirmou o nome do deputado Filipe Barros como candidato à prefeito de Londrina. Filipe Barros é um dos principais aliados do presidente Jair Bolsonaro no Paraná.

Paranhos em Cascavel

O PS confirmou a candidatura à reeleição do prefeito de Cascavel Leonaldo Paranhos. O empresário Renato Silva, do Republicanos, é o candidato a vice-prefeito. “Nós temos ainda muitos desafios, e a campanha vai se adaptar ao momento que vivemos. A campanha precisa respeitar as pessoas, e as pessoas sabem que estamos em pandemia”, disse Paranhos.

Profissionais de saúde

O Conselho Internacional de Enfermeiros aponta que cerca de três milhões de profissionais de saúde tiveram covid-19 no mundo. O número representa 10% dos quase 30 milhões de casos registrados no planeta. O CEI indica ainda que pelo menos 1.000 enfermeiros, em 44 países, morreram em decorrência da infecção causada pelo coronavírus, um dado que pode ser maior devido à falta de informações em muitos sistemas de saúde.

Covid em Brasília

O procurador-geral da República, Augusto Aras, anunciou que está com o novo coronavírus. Desta forma, todos os integrantes da cúpula da República, ou seja, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), o presidente Jair Bolsonaro, Luiz Fux, presidente do STF, e Davi Alcolumbre, que comanda o Senado, já foram infectados. Ministros como Augusto Heleno (GSI), Milton Ribeiro (Educação) e Onyx Lorenzoni (Cidadania) também tiveram a doença.

Coluna publicada simultaneamente em 20 jornais e portais associados. Saiba mais em www.adipr.com.br.

Visite nosso site: http://www.adipr.com.br/