Pazuello confirma avião para embarque de 2 milhões de doses contra Covid-19

Pazuello-Vacinas
(Foto: Agência Brasil)

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, disse que um avião deve decolar nesta quarta-feira, 13 de janeiro. O destino será a Índia, onde devem ser embarcadas duas milhões de doses de vacina contra a Covid-19.  O imunizante é desenvolvido pela AstraZeneca, em parceria com a Universidade de Oxford, pelo laboratória Serum. A afirmação foi feita nesta manhã ao telejornal da GloboNews.

No dia 2 de janeiro, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou um pedido feito pela Fiocruz para importação das duas milhões de doses da vacina.

Essas doses devem chegar no Brasil no dia 16 de janeiro. “Quando tivermos a posição da Anvisa, temos material para distribuir e temos capacidade para vacinar no país todo”, declarou.

O ministro afirmou que a partir de liberação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), ainda em janeiro, o governo terá a disponibiluidade de 8 milhões de doses para vacinar a população. Deste total, 6 milhões de doses do Butantan, produzida em parceria com o laboratório Sinovac, e mais as 2 milhões de doses da vacina de Oxford importadas da Índia.

A Fiocruz entregou na sexta-feira (8) o pedido de uso emergencial da vacina à Anvisa. Na terça (12), a agência disse que a reunião para definir a autorização emergencial das vacinas está prevista para domingo, 17 de janeiro.  Conforme o ministro, o governo poderá iniciar a vacinação em quatro dias após a liberação da Anvisa.

A aeronave decola nesta quarta-feira (13) de Guarulhos. A expectativa é de que as vacinas cheguem ao Brasil até dia 18 de janeiro, mas, segundo o ministro da Saúde, as doses podem estar disponíveis no país a partir do dia 16.

0 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta