20 de Agosto de 2012 – Segunda-feira

 

MAIS INFORMAÇÕES 1 – “Esta é a única casa do Cel. Amazonas Marcondes, em Porto União, SC, que se tem comprovação histórica e localização exata. Ficava na parte mais alta da rua de cima, cerca de 30 metros acima do nível do rio Iguaçu, entre o edifício Solar do Porto e a ponte Machado da Costa, onde a Avenida Coronel Amazonas, em Porto União, SC, divide-se em duas ruas. Era de alvenaria. Foi construída antes de 1900, tendo servido como enfermaria do 5º Batalhão, em 1948, conforme testemunha Cel. Pedro Bonn. Queimou em 1953, restando apenas o trinco da porta da frente e uma grade de ferro que estão guardados como relíquias históricas. (Foto de José Lona Cleto, 1935 – Acervo e texto do prof. Nivaldo Antônio Oliskovicz). Curiosidade: o Coronel Amazonas gostava de sentar-se à sombra do pé de Sassafrás, árvore frondosa em frente ao seu palacete”. (Fonte: O livro inédito “Entrevistando a Arte”, da professora Ivanira Tereza Dias Olbertz, página 1154).

MAIS INFORMAÇÕES 2 – “Pintura do exímio artista Renato Ruschel, representando a casa dos Amazonas em São Cristóvão, onde o Cel. Amazonas nunca morou. Foi construída por Silvio Correia – genro do Coronel Amazonas – por volta de 1920, obedecendo o traçado da estrada de ferro que foi estendida em 1904. / A edificação dessa casa respeitou o terreno da rede e a rua que passa em frente, sendo locada legalmente, quando já havia um plano urbanístico no local. Caso contrário, se tivesse sido construída antes de 1904, estaria virada para o sol nascente ou para a cidade, e não para a rua como está. Também serviu de residência por breve período ao Dr. Penido Monteiro, por longo tempo pelo Amazoninha – filho do Coronel – e, por último, por Ilkes Correia. / Em torno dessa casa permeiam muitas lendas e fantasias, sem consistência histórica, inclusive sobre o profeta João Maria que esteve em União da Vitória, em 1896, 20 anos antes de tal casa ser construída, fazendo profecia sobre ela, afirmava senhor André Bughay, falecido em 2006 com 89 anos, que nasceu no pátio da serraria do Coronel Amazonas e que sempre esteve ligado a essa família”. (Fonte: prof. Nivaldo Antônio Oliskovicz). – (Fonte: Idem, Idem, página 1155).

MAIS INFORMAÇÕES 3 A FAFI de União da Vitória fala em “Casa da Família Amazonas”, “Casa Amazonas” ou “Casa Coronel Amazonas”. Fala que “ainda mantém sua construção original”. (Improvável!). Ao passo que a lenda fala em “a residência do Coronel Amazonas”, porém “sem consistência histórica”.

MAIS INFORMAÇÕES 4 “O primeiro prefeito de União da Vitória, coronel Amazonas Marcondes residia bem nas proximidades do Clube Concórdia, na rua que tem o seu nome”. (Fonte: O jornalista Ivo Dolinski, no Jornal A Cidade, em sua edição n.o 701, do dia 10-08-2012, página 5).

A ÚLTIMA – “A história adquire sua real importância quando narrada pelos outros”. (João Darcy Ruggeri).