25 de Agosto de 2012 – Sábado

 

LANÇAMENTO – Na última segunda-feira, dia 20, no Salão de Eventos do Museu Oscar Niemeyer, em Curitiba, ocorreu o lançamento do livro “Pedaços de Muita Vida – A História dos 122 Anos da Associação Comercial do Paraná”, do jornalista e escritor Nilson Pereira. A publicação documenta a história da Entidade e sua atuação comunitária desde seu fundador e primeiro presidente, o empresário Ildefonso Pereira Correia, o Barão do Serro Azul, até o atual, Edson José Ramon. Em 416 páginas, além da abordagem histórica da Entidade e de sua atuação como prestadora de serviços ao empresariado, o livro traça um perfil da economia, da política e da História de Curitiba e do Paraná. Além disso, ilustrado com farto material fotográfico – antigo e atual –, traz registros contundentes da história do Estado, como a participação, no mínimo com a omissão, de Vicente Machado, “oligarca estadual”, no episódio do assassinato do Barão do Serro Azul. Traz ainda o registro da atuação de todos os Presidentes e de fatos curiosos, como um pleito em que a diretoria vencedora não apareceu para tomar posse. A apresentação do livro é do professor Belmiro Valverde Jobim Castor. Nota: Nascido em Presidente Bernardes (SP), o jornalista e escritor Nilson Monteiro publicou o livro de poemas “Simples” (1984), “Curitiba Vista por Um Pé Vermelho”, “Madeira de Lei” e outros. E possui o Título de Cidadão Honorário do Paraná.

PALESTRA – Na tarde da última quarta-feira, dia 22, na FAFI de União da Vitória, atendendo convite da professora e acadêmica Lili Matzenbacher, este Colunista proferiu uma palestra para as senhoras da Associação da Faculdade da Terceira Idade (AFATI) sobre “História Local: A Moradia do Coronel Amazonas”, um assunto polêmico e do momento. Mais informações: 1. “… a Exma. Sra. D. Julia Malheiros Amazonas, que ainda reside (em 1933) no mesmo palacete, construído pelo seu saudoso marido, em Porto União”. (Cleto da Silva, em “Apontamentos Históricos de União da Vitória”, página 42). 2. No seu testamento, lavrado em 1924, o Coronel Amazonas declarou: “… minha casa, no presente momento, está na cidade de Porto União, Estado de Santa Catarina, devido ao acordo de limites entre Paraná e esse Estado. (Cleto da Silva, idem, página 166). 3. “Ambos se hospedaram na residência, ou melhor, na mansão do Coronel Amazonas, …” (Noel Nascimento, em “Casa Verde”, com quatro edições – 1963, 1981, 1985 e 2001, capítulo V).

LANÇAMENTO – Ainda na última quarta-feira, dia 22, no Auditório da Fundação de Cultura de União da Vitória, ocorreu o lançamento do livro “Histórias Pitorescas”, do professor Célio Reginaldo Calikoski, que reúne “contos populares, colhidos da realidade e da fantasia”, a exemplo de “O Cemitério”, “Confete de Chocolate” e “Juju”. Nota: Nascido a 10 de agosto de 1967, no Distrito de Poço Preto, em Irineópolis (SC), o autor publicou anteriormente o livro “Valores: Seu Resgate Num Mundo Desvalorizado” (2009) e participou da Antologia do Vale do Iguaçu II (2010).

A ÚLTIMA – A Coluna de hoje é dedicada ao músico Altamiro Aquino Carrilho, um virtuoso da flauta transversal, que, na manhã do dia 15 deste mês, mudou-se para o andar de cima, aos 87 anos de idade.

Beira do Iguaçu, Agosto de 2.012