Milho no Monjolo

Odilon Muncinelli

 “UM HOMEM ÚNICO”

Na semana passada, dia 06, a minha biblioteca foi enriquecida com o livro “Walter Orthmann – Um Homem Único”. Brindou-me o estimado casal Gleusa e Norival Fischer, de Brusque, Santa Catarina. Agradeço mais uma vez! “Os 80 anos de dedicação e história de Walter Orthmann à Empresa RenauxView foram, além de reconhecidos pelo Guinness World Records, transformados em livro que conta a trajetória do brusquense. O lançamento do livro “Walter Orthmann – Um homem único”, de autoria de Saulo Adami, ocorreu no dia 26 do mês passado, no River Mall e contou com a presença de familiares e amigos do biografado. O livro foi escrito pelo brusquense Saulo Adami, autor de mais de 10 obras – entre elas, as biografias de personalidades do Município de Brusque, como do político Carlos Boos, do médico João Antônio Schaefer e do ambientalista Willy Hoffmann. Sobre Walter Orthmann, Saulo Adami escreveu também o livro “Walter Orthmann: 70 Anos de Trabalho na RenauxView”, lançado em 2008. Saulo Adami conta que, ao contrário do primeiro livro, este não seria uma surpresa. Os trabalhos para a produção do livro tiveram início no começo deste ano. Como o título já diz, ele é um homem único”. Repleta de fotografias que ajudam a contar a história do funcionário mais antigo da Empresa, a biografia foi lançada com o apoio de diversos patrocinadores que abraçaram o Projeto.  Recordista. Walter Orthmann completou 80 anos de trabalho na RenauxView no dia 17 de janeiro deste ano, porém, os trâmites para que ele pudesse ser incluído no livro dos Recordes começou ainda no ano passado. Em 2013, ele já havia entrado para o Rank Brasil, por ter completado 75 anos de trabalho na RenauxView. No livro mundial dos recordes, o recorde anterior também era de 80 anos de serviço, estabelecido pelo já falecido Thomas Stoddard, que iniciou suas atividades na Speakman Company, em Wilmington, Delaware, nos Estados Unidos em 1928 e encerrou em 2008. Após entrar oficialmente para o Guinness World Records, Walter Orthmann recebeu homenagens do Tribunal Superior do Trabalho, da Assembleia Legislativa e do Presidente Michel Temer”. (Fonte: Diário Catarinense).

“FAMÍLIA FRIEDRICH EM TROVAS”

Nesta quinta-feira, dia 13, na Cidade Sorriso, o Centro de Letras do Paraná, entidade cultural secular, fundada em dezembro de 1912, promoveu o lançamento da Coleção Literária de Autores Paranaenses, composta por dez livros. A Coleção objetiva, primordialmente, contribuir para maior divulgação de escritores paranaenses, no sentido de valorização da literatura regional e nacional. Entre os 10 livros lançados encontra-se “Família Friedrich em Trovas” (autores: Luiz Hélio Friedrich e Maurício Norberto Friedrich). O livro enfeixa trovas dos autores e da sua mãe, a inesquecível professora Araceli Rodrigues Friedrich.

TÍTULO INÉDITO

Nesta sexta-feira, dia 14, durante Reunião Ordinária, a Academia Paranaense de Letras (APL) concederá a Ernani Reichmann (1920-1984) o Diploma de Membro Honorário, em caráter póstumo, pela excelência de sua obra. A emissão do Título está prevista no Artigo 31 do Regimento Interno da Instituição. Este é o primeiro Diploma em caráter póstumo concedido pela APL e será recebido por familiares de Ernani Reichmann. Nota: O gaúcho Ernani Reichmann foi Presidente da Academia Paranaense de Letras (APL) e Professor na Universidade Federal do Paraná (UFPR). É autor da obra “A Noite do Absurdo” (1978), reeditada recentemente. Tem mais de 50 obras publicadas.

Beira do Iguaçu, Dezembro de 2.018

Odilon Muncinelli é Membro da ALVI e do IHGPr

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *