Milho no Monjolo – 31 de Julho de 2020

PORTO UNIÃO – “A linda Porto União (nas bênçãos do Profeta João Maria). / Depois da jornada iniciada / Indo para terras distantes / Circundo junto ao céu elegante / O reencontro com tão lindo portal // Nada mais é como antes / Tudo adquiriu muito mais brilho / O tesouro está neste chão / Em Porto União o viajante reencontra seu trilho // Lindas flores me recebem no belo portal / Porto União em leve chuva de delicioso som / Os verdes elísios das gramas e árvores cintila ao final / Deslizando ao lado dos quatro cantos de asfaltado tom // Cinquenta e cinco pontes cruzei / Ao passear por minha bela Porto União / Cinco abraços de coração deixei quando parti / Nove calorosos abraços na volta recebi // Vejo o Castelinho que desperta / Em cujos áureos sonhos se descortinam em fluidas águas da Praça Hercílio Luz / Na Igreja Matriz florescem as Gêmeas do Iguaçu no centro da cruz / Rubra beleza de um sagrado coração // Porto união como a rosa está tão bela / Meu olhar também mudou / Valorizo a minha terra e quem eu sou / Ambos se constroem com esmero a cada Sol que se revela // Noite e dia reconheço agora o novo que perdi em delicada aurora / Espírito, mente e corpo alçam voo no fulgor desta mosaica alegria / Pura razão do coração / Somos um eu e Porto União nas bênçãos do Profeta João Maria…” (Especial para a Coluna Milho no Monjolo, Texto do jovem psicólogo Fernando Cesar Straube).

TEMA DE PALESTRA – Na última terça-feira, dia 28, , o acadêmico Paulo Venturelli, membro da Academia Paranaense de Letras, proferiu a palestra “João Gilberto Nolli e o Romance Hotel Atlântico”, totalmente on-line. O evento, realizado pelo Centro de Letras do Paraná, ocorreu na plataforma Zoom, com transmissão ao vivo pelo Youtube. Sobre o Palestrante: Nascido no dia 17 de dezembro de 1950, em Brusque, Santa Catarina, Paulo Venturelli é formado em Letras pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Tem vários livros publicados.

TEMA DE CONFERÊNCIA – Um panorama da atuação de mulheres na literatura paranaense foi mostrado pela acadêmica e poetisa Luci Collin, membro da Academia Paranaense de Letras, na última terça-feira, dia 28, em evento on-line promovido pela Universidade Estadual do Centro-Oeste (UNICENTRO). Na live, que marcou a abertura das Comemorações dos 50 Anos do Departamento de Letras do Campus Santa Cruz (DELET) e da primeira década do Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade, Luci Collin falou de cenas e de mulheres literatas paranaenses desde Júlia da Costa, passando por Helena Kolody até às autoras atuais, com mediação da professora Níncia Teixeira, de Guarapuava, Paraná. Sobre a Conferencista: Nascida no ano de 1964, em Curitiba, Paraná, Luci Maria Dias Collin é ficcionista, poetisa e tradutora. Tem 22 livros publicados até o presente. Possui o Prêmio Jabuti de Poesia.

Beira do Iguaçu, Julho de 2.020