ATENTADO EM SAUDADES: Vitimas levaram ao menos cinco golpes de facão, diz IGP

Governadora em exercício e representantes das forças de segurança de SC falaram em coletiva a respeito do caso

(Foto: Reprodução Youtube CBMSC).
(Foto: Reprodução Youtube CBMSC).

A governadora em exercício de Santa Catarina, Daniela Reinehr e representantes das forças de Segurança Pública do Estado de Santa Catarina estiveram em Saudades, no Oeste catarinense, no fim da tarde desta terça-feira, 04, para falar sobre a tragédia ocorrida nesta manhã em uma creche do município. Na cidade, acompanhou o trabalho das equipes no esclarecimento do crime e prestou apoio às famílias.

Uma coletiva de imprensa aconteceu no fim da tarde para falar a respeito do caso. (Assista abaixo, a partir de 18:53)

O delegado-geral da Polícia Civil de Santa Catarina, Paulo Norberto Koerich, foi o porta-voz do Colegiado Superior de Segurança Pública e Perícia Oficial na coletiva de imprensa. O representante da Polícia Militar de Santa Catarina foi o comandante da 4ª RPM, coronel Jorge Luiz Haack, do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina, o comandante do 6º Batalhão de Bombeiros Militar, tenente-coronel Walter Parizotto e do Instituto Geral de Perícias o gerente da 5ª Gerência Mesorregional de Perícias de Fronteira, perito criminal Carlos Augusto Nogueira Júnior.

O coronel do Corpo de Bombeiros Militar, Ricardo José Steil, que está respondendo pela presidência do Colegiado Superior de Segurança Pública e Perícia Oficial chegará ao município na manhã de quarta-feira, 05.

Adolescente invade escola e mata crianças no Oeste de SC — Foto: Simone Fernandes/Arquivo Pessoal
Adolescente invade escola e mata crianças no Oeste de SC — Foto: Simone Fernandes/Arquivo Pessoal

As vitimas

Keli Adriane Aniecevski. (Foto: Reprodução/Redes Sociais).
Keli Adriane Aniecevski. (Foto: Reprodução/Redes Sociais).

Keli Adriane Aniecevski, tinha 30 anos, era professora e aproximadamente dez anos dava aulas na unidade. Já Mirla Amanda Renner Costa, era agente educacional na escola e tinha 20 anos. Ela chegou a ser encaminhada para um hospital, mas não resistiu e faleceu pouco depois.

Mirla Renner. (Foto: Reprodução/Redes Sociais).
Mirla Renner. (Foto: Reprodução/Redes Sociais).

Segundo o delegado Jerônimo Marçal Ferreira, os três bebês que morreram eram Sarah Luiza Mahle Sehn, de 1 ano e 7 meses, Anna Bela Fernandes de Barros, de 1 ano e 8 meses e Murilo Massing, de 1 ano e 9 meses.

O atentado

Fabiano Kipper Mai, de 18 anos, invadiu a escola no período da manhã, teria desferido golpes de faca contra si, sendo encaminhado com gravidade para um hospital em Pinhalzinho.

O jovem foi transferido no início da tarde transferido para Chapecó, após ser intubado.

0 COMENTÁRIOS