Número de incêndios no Paraná cresce mais de 10% em 2019

Tráfego foi interrompido entre Curitiba e São José dos Pinhais (Foto: Franklin de Freitas).
Tráfego foi interrompido entre Curitiba e São José dos Pinhais (Foto: Franklin de Freitas).

O Paraná registrou mais um incêndio de grandes proporções em 2019. Às margens da BR-277, na altura do quilômetro 78 da rodovia e no perímetro urbano entre Curitiba e São José dos Pinhais, uma vegetação rasteira acabou pegando fogo e cobriu a estrada com muita fumaça, na tarde desta segunda-feira, 12. A situação obrigou, por motivos de segurança, a interdição do tráfego de veículos durante algumas horas no trecho sentido Curitiba, provocando congestionamento de veículos.

Segundo informações do Sistema Digital de Dados Operacionais do Corpo de Bombeiros do Paraná (SYSBM-CCB), desde o início do ano já foram registrados 12.060 incêndios no estado, o que dá uma média de, aproximadamente, uma ocorrência nalgum local do território paranaense a cada 27 minutos.

O número de registros é recorde quando considerado o mesmo período (1º de janeiro a 12 de agosto) para os últimos cinco anos e ainda aponta para uma alta de 10,28% na comparação com 2018. No ano passado, haviam sido registrados 10.936 incêndios no Paraná em pouco mais de sete meses, com a média de um episódio no estado a cada 29 minutos.

Com relação aos tipos de incêndio, as ocorrências ambientais, a exemplo da registrada ontem às margens da BR-277, são as mais comuns no estado. Considerando-se apenas os dados do SYSBM-CCB de 2019, 58,28% dos registros (7.045 casos) foram de incêndio em vegetação, que podem ser causados por fatores da natureza (incidência de raios e combustão espontânea) ou pela ação do homem (queimadas para limpeza de terrenos destinadas ao plantio, fogueiras para acampamento, incêndios criminosos ou simplesmente pelo descuido de jogar uma bituca de cigarro em local inapropriado).

Na sequência aparecem os incêndios em edificação, responsáveis por 22,79% dos registros e que na maior parte dos casos costumam estar relacionados a problemas envolvendo os circuitos elétricos do imóvel, principalmente aqueles circuitos mais antigos e expostos. Já os incêndios em meio de transporte (carros, ônibus e etc) são responsáveis por 11,84% dos incêndios no estado. Dentre as causas desse tipo de incêndio, o principal destaque é afalta de manutenção do veículo.

Incêndios no Paraná

(de 1º de janeiro a 12 de agosto de cada ano)

  • 2019 – 12.060
  • 2018 – 10.936
  • 2017 – 10.291
  • 2016 – 11.723
  • 2015 – 8.466
Tipos de incêndio

(dados de 2019)

  • Edificação – 22,79%
  • Meio de transporte – 11,84%
  • Outros – 7,09%
  • Vegetação – 58,28%

0 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta