Cidasc alerta chegada de sementes misteriosas da China

Um morador de Jaraguá do Sul recebeu o “brinde” junto com uma compra que fez pela internet

(Foto: Gabriel Zapella).
(Foto: Gabriel Zapella).

Você já imaginou comprar algo pela internet e ao chegar a encomenda receber, sem pedir, um pacote contendo sementes clandestinas? É o que aconteceu com um morador de Jaraguá do Sul (SC) que comprou um objeto de decoração e junto com ele recebeu duas embalagens com os grãos.

Casos semelhantes foram registrados em países da Europa e Estados Unidos. Moradores também receberam embalagens de sementes não solicitadas vindas da China. Até o momento, não existem evidencias da quantidade de encomendas distribuídas e tampouco quando começaram os envios.

Sabendo dos casos em outros países, o morador de Jaraguá do Sul procurou a Secretaria de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural (SAR).

Em seguida, a entidade acionou a Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc), que fez o recolhimento das sementes e encaminhou para o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Todo o material de multiplicação vegetal, é considerado pelo Mapa, sendo a semente ou muda. Com isso, a importação de qualquer quantidade destes produtos precisa da autorização do Ministério, com pedido do interessado pela compra.

O Mapa também divulgou um alerta à população para que não abram os supostos brindes que chegarem às suas casas – sem conhecimento prévio.

Em entrevista à rádio CBN Vale do Iguaçu, nesta terça-feira, 15, a engenheira agrônoma da Cidasc, Fabiane dos Santos, enfatizou que a Companhia vem orientando produtores rurais para evitarem o plantio das sementes.

“Estamos orientando os produtores rurais para que não realizem o plantio dessas sementes, pois podem resultou em prejuízos no plantio das mais variadas culturas do Estado”, disse.


Risco da utilização de sementes ilegais

  • Plantas Daninhas: introdução de alguma espécie vegetal sem ocorrência no Brasil, o que pode dificultar o controle da mesma e/ou aumentar o uso de agrotóxicos, afetando a produtividade agrícola e pecuária, além dos riscos ao ambiente
  • Insetos: sementes podem ser disseminadoras de insetos praga, comprometendo a produtividade de lavouras e aumentando o custo produção
  • Fungos, Bactérias e Vírus: sementes sem procedência podem vir contaminadas e tornam-se vetores de grandes epidemias de doenças no campo e, consequentemente, a perda de produtividade e o aumento do custo da produção

0 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta