Projeto HF é apresentado para representantes de entidades do sudoeste

(Foto: Assessoria).
(Foto: Assessoria).

O Projeto Hortifruticultura Vale do Iguaçu (HF), que visa fomentar a produção de verduras e legumes na região, foi apresentado na manhã desta quarta-feira, 19, para representantes de entidades das cidades de Pato Branco, Palmas, Coronel Vivida e Mangueirinha. Os visitantes vieram buscar informações a respeito do programa para implantação na região sudoeste.

O engenheiro agrônomo da Emater e coordenador da atividade, Eustáquio Pereira, apresentou o projeto criado em 2016 e que já é referência. “Conseguimos alavancar a produção de hortaliças e legumes na região com o HF”.

A reunião contou ainda com a presença do Secretário de Agricultura, Nei Antonio Kulka, que destacou a importância das parcerias para viabilização do projeto.

“O HF é resultado da união de várias frentes. É um projeto que deve envolver a região inteira. A responsável fiscal do Hortifruticultura Vale do Iguaçu, Angela Horbatiuk, ressaltou aos representantes das outras cidades os benefícios que o programa oferece para os empresários. “Concedemos descontos no IPTU para os supermercados que participam do HF e mesmo assim a Prefeitura não perde em arrecadação, pois aumentamos a emissão de Notas do Produtor”, diz.

ENTENDA O PROJETO

O Projeto Hortifruticultura Vale do Iguaçu (HF) é criado pela Emater, mas só se consolidou com a parceira da Prefeitura de União da Vitória. Atualmente, 142 famílias e 29 mercados participam do HF. Produtores de verduras e legumes da região entregam seus produtos diretamente nos mercados cadastrados. A intenção é melhorar a qualidade do produto que chega ao consumidor e alavancar o processo de gestão da economia local, beneficiando toda a cadeia produtiva. “Todo mundo sai ganhando. O produtor garante a venda, o mercado compra produtos frescos e de qualidade e consumidor leva para casa um produto da nossa região”, acrescenta Pereira.

0 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta