Estudo do Exército Brasileiro defende isolamento HORIZONTAL

Documento mostra que o País, por ter dimensões continentais, tem situações diferentes em cada Estado

Estudo divulgado nessa semana pelo Centro de Estudos Estratégicos do Exército (Ceex), mostra vários pontos a respeito do enfrentamento da Covid-19. Entre os destaques, está a defesa como “medida mais adequada”, do isolamento horizontal, ação já adotada por governadores e prefeitos, para a contenção dos casos. Isso vai de encontro ao presidente Jair Bolsonaro, que sugere o isolamento vertical.

Segundo o Ceex, o isolamento vertical só seria possível numa segunda fase, chamada de “estabilidade”, e apenas após ampla análise.

Sobre estes posicionamentos diferentes, o Estudo afirma que “no campo político, o trabalho faz um apelo “à necessidade de coesão nacional e de definição de estratégias eficazes e claras” por parte das “lideranças políticas”.

O texto defende ainda o “fechamento de escolas em todos os níveis” e diz que o consenso entre especialistas em saúde é que “o isolamento social seja a melhor forma de prevenção do contágio, especialmente o horizontal, para toda a população”.

Leia o estudo completo aqui.

Sobre o estudo

Intitulado “Crise Covid-19: estratégias de transição para a normalidade”, o estudo começa analisando como os outros países enfrentaram o novo coronavírus. Cita que as previsões do “renomado Imperial College”, de Londres, “aliadas a outras que chegaram a conclusões semelhantes, evidentemente contribuíram para que medidas fortemente restritivas fossem tomadas, com o apoio inicial da maioria da população dos países atingidos”.

O Ceeex foi criado em 2003 e é subordinado ao chefe do Estado-Maior do Exército.

Vertical e horizontal

Os dois isolamentos são formas de distanciamento social que podem ser adotados diante da pandemia. No vertical, há o isolamento de apenas um grupo de pessoas; no horizontal, não há a seleção de grupos específicos, sendo recomendado que todos fiquem em casa.

ERRATA

A matéria foi publicada durante a tarde deste domingo, 5, com uma informação equivocada. O título alertava ‘Estudo do Exército Brasileiro defende isolamento vertical“, quando o CORRETO é ‘Estudo do Exército Brasileiro defende isolamento horizontal’.

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta

  • Guilherme Oliveira - 06 de abril de 2020 - 09h 38
    O estudo do Ceex engloba todos os aspectos e replicações desde o inicio do Coronavírus na China, até as medidas cautelares de cada país é como tiveram eficiência. O estudo não pregou ao pé da letra a necessidade do isolamento horizontal (como o título tendenciosamente diz), avaliou os dois isolamentos, defendeu a aplicação de ambos desde que houvessem medidas RÍGIDAS que fossem respeitadas, considerando todas condições climáticas, geográficas e sociais citadas. Título bastante tendencioso.
    Responder