PR e secretarias municipais de saúde pactuam novas ações contra a Covid-19

O secretário estadual da Saúde, Beto Preto, e diretores da Sesa reuniram-se nesta terça-feira, 08, com o presidente do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde (Cosems), Ivoliciano Leonarchik, e representantes da entidade, para discutir novas pactuações relacionadas ao enfrentamento da Covid-19.

Na reunião foi discutida a possibilidade de ampliação da imunização de grupos prioritários e o planejamento da ação de compensação para municípios que estão seguindo os planos Nacional e Estadual de Vacinação, principalmente em relação a utilização das doses D1 e D2 da maneira elencada.

“Com ações discutidas e pactuadas junto aos 399 municípios, seguimos o enfrentamento da Covid-19, e principalmente avançamos na vacinação contra a doença em todo Estado”, afirmou o secretário Beto Preto.

“Consideramos este debate e a participação dos municípios muito saudável no Paraná e somos literalmente parceiros do Governo do Estado na construção de diretrizes onde todas as cidades e a população possam ser contempladas”, ressaltou o presidente do Cosems e secretário de Saúde de Mangueirinha, Ivoliciano Leonarchik.

Gestantes

O encontro pactuou a necessidade de novo pedido de orientação ao Ministério da Saúde sobre a vacinação das gestantes e puérperas. A Nota Técnica que segue em vigor suspendeu a vacinação temporária da Vacina AstraZeneca/Oxford/Fiocruz para este grupo e interrompeu a vacinação de gestantes e puérperas sem comorbidades.

“Reafirmamos na reunião que as recomendações seguem no Estado e concomitantemente vamos buscar mais informações junto à Câmara Técnica assessora de Imunizações e Doenças Transmissíveis do Ministério da Saúde”, informou a diretora de Atenção e Vigilância em Saúde da Sesa, Maria Goretti David Lopes.

“Outra questão debatida foi a testagem por antígeno nos municípios. O Paraná está recebendo 98 mil testes deste tipo do Ministério da Saúde e enviará quantidades proporcionais para que os municípios realizem ações de rastreio e monitoramento de contatos”, destacou Maria Goretti. “É muito importante que essa ação não seja descontinuada com o avanço da imunização”.

Influenza

O encontro desta terça-feira definiu ainda a ampliação da vacinação contra a Infuenza para todos os trabalhadores da educação. Até o momento apenas os professores estavam recebendo as doses. A ação é importante para ajudar o Estado a acelerar essa ação, que alcançou apenas 33% do grupo prioritário.

“Tivemos as demandas mais importantes encaminhadas e o Cosems é grato por todo esforço realizado pela Sesa e também por cada gestor em seu município”, disse o presidente da entidade.

“Sabemos do papel fundamental e de responsabilidade do Conselho e da Secretaria de Estado para na orientação de cada ação e quando o esforço e o trabalho acontecem em consenso, a população vê o resultado, com mais doses de vacinas chegando, ampliação de grupos a serem vacinados, leitos e equipamentos para tratamento exclusivos da Covid-19”, acrescentou.

0 COMENTÁRIOS