Unespar abre inscrições para aulas remotas de música voltadas para idosos

O campus de Curitiba II da Universidade Estadual do Paraná (Unespar) está com inscrições abertas para o programa de extensão Universidade Aberta da Pessoa Idosa (UAPI). O programa envolve aula de canto, memórias sonoras (era do rádio), redes sociais, atividades físicas, exercícios rítmicos com a voz e o corpo e a história da música no dia a dia.

Foto: AEN

A UAPI atenderá pessoas de qualquer nível econômico e educacional, com ou sem experiências com a música, cuja faixa etária seja igual ou superior a 60 anos. Inicialmente em formato remoto, o curso terá uma carga mínima de 208 horas, distribuídas em três semestres letivos, tendo início no dia 14 de setembro de 2021.

Para se inscrever, os interessados deverão preencher um formulário disponível no link abaixo, no período de 12 de agosto a 11 de setembro de 2021. Serão ofertadas 50 vagas para pessoas com idade a partir de 60 anos de Curitiba e região. As aulas acontecerão de forma remota, nas terças-feiras, das 15h às 16h30. Dúvidas podem ser esclarecidas pelo e-mail uapi.curitiba2@unespar.edu.br.

Com o propósito de ampliar a sua função extensionista e valorizar o ser humano como um todo, a UAPI oferta à pessoa idosa a oportunidade para a educação permanente. De acordo com a coordenadora do programa, Gislaine Vagetti, a educação para idosos tem como finalidade promover conhecimentos que determinam redimensionamentos para o fomento da qualidade de vida a partir de pressupostos de interdisciplinaridade, participação social e promoção da saúde.

“É possível pensar em medidas preventivas e intervenções que garantam novos sentimentos que estejam livres de estereótipos associados ao envelhecimento”, destaca a coordenadora.

A UAPI tem por objetivos inserir a pessoa idosa no ambiente universitário, integrar e ampliar a participação do idoso, visando enfatizar suas experiências, vivências e conhecimentos, ampliar a ação educativa da Unespar, por meio de educação continuada, além de promover relação intergeracionais e analisar a problemática da pessoa idosa a partir de enfoques biopsicológicos, sociais, filosóficos, políticos, jurídicos, religiosos, econômicos, socioculturais e outros.

Dessa forma, o programa assume o compromisso de assegurar a existência de espaços multiplicadores, com ações interativas, educativas e qualificadas, que privilegiem o sujeito no seu processo de envelhecer com dignidade, contribuindo para a melhoria dos níveis de saúde físico-mental e social das pessoas idosas residentes em Curitiba e região, utilizando as possibilidades existentes na instituição universitária.

0 COMENTÁRIOS

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse.

Ao prosseguir você concorda com nossos termos de uso.