SENAR-PR renova cooperação do JAA com o governo do Estado

Programa voltado à educação de jovens do campo prepara nova geração para o mercado de trabalho

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) do Paraná, assinou na última segunda-feira, 13, um termo de cooperação com a Secretaria Estadual de Educação (Seed), para dar continuidade ao programa Jovem Agricultor Aprendiz (JAA), que trabalha as oportunidades de trabalho existentes nas atividades agrossilvipastoris junto às novas gerações. O objetivo é preparar os jovens do campo para o futuro e minimizar o êxodo rural.

Segundo o secretário estadual de Educação, Renato Feder, “trata-se da continuidade de um trabalho importante que aproxima o jovem do campo da atividade profissional e vem sendo realizado no Paraná com apoio da secretaria de Educação”. Para o presidente do Sistema FAEP/SENAR-PR, Ágide Meneguette, que esteve na sede da secretaria, em Curitiba, para assinar o termo de cooperação, a educação é o principal alicerce para o desenvolvimento. “Nós temos a consciência de que precisamos trabalhar hoje os cidadãos do futuro”, avaliou.

Com a assinatura do documento, a carga horária do JAA passa a ser contabilizada junto ao Sistema Estadual de Registro Escolar (Sere). Desta forma, as atividades do JAA constarão no histórico escolar dos alunos. “Além disso, a secretaria irá auxiliar com espaço para realizar o JAA, se responsabilizando por levar alimentação para os jovens, pelo transporte em alguns casos. São parceiros que atuarão como facilitadores para que o Programa aconteça”, observa a pedagoga do SENAR-PR, Regiane Hornung, responsável pelo JAA.

O JAA possui uma etapa inicial com 144 horas de duração distribuídas em encontros semanais com duração de oito horas, envolvendo conhecimentos básicos nas áreas de agricultura e pecuária. Ainda, a capacitação traz conhecimentos e competências que irão acompanhar os egressos por toda a vida, como comunicação, liderança, trabalho em equipe e cidadania.

Após esta fase, os jovens passam por uma etapa específica, com duração de 104 horas, na qual focam os conhecimentos em uma atividade do meio rural: Pecuária Leiteira, Fruticultura, Mecanização, Agricultura Orgânica, Olericultura e Cana-de-açúcar.

Cuidado com o futuro

Além do JAA, o Sistema FAEP/SENAR-PR trabalha com outras iniciativas voltadas para o público jovem. Uma delas é o Programa Agrinho, que em 2019 completa 24 anos de atividades. Ao longo desse tempo, ele contribuiu intensamente para a formação de gerações de cidadãos mais críticos e conscientes.

Além de trabalhar junto aos alunos temas transversais como cidadania, meio ambiente, ética e saúde, ele incentiva os professores a irem além, premiando as quatro melhores experiências pedagógicas do Estado com automóveis zero quilômetro.

Também o Aprendizado de Adultos e Jovens (AAJ) prepara os jovens para o futuro, construindo uma ponte entre a sala de aula e o mercado de trabalho, aliando a teoria à prática.

Formatura das turmas do programa Jovem Agricultor Aprendiz (JAA) – Módulo Gestão do Agronegócio, em Quinta do Sol-PR. (Foto: Reprodução).
Formatura das turmas do programa Jovem Agricultor Aprendiz (JAA) – Módulo Gestão do Agronegócio, em Quinta do Sol-PR.
(Foto: Reprodução).

0 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta