CEJUSC e Secretaria de Educação de UVA criam projeto de reforço na aprendizagem

Foto: Divulgação

Nesta quarta-feira, 13, o Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (CEJUSC) lança novo projeto no campo educacional. Idealizado pela professora aposentada e mediadora Sandra Konell, a iniciativa visa atender crianças e adolescentes de regiões mais periféricas e com maior dificuldade ampliada por conta da pandemia de assimilar conteúdos e têm a aprendizagem prejudicada.

“Vocês não podem imaginar a emoção que estou sentindo”, disse a mentora da proposta Sandra Konell em reunião realizada na semana passada com voluntárias, juiz Carlos Mattioli, secretário de Municipal de Educação Ricardo Brugnago, representantes da Escola que inicia o projeto denominado ABC e futuros colaboradores. Nesta quarta-feira 13 ocorre o lançamento oficial na Escola Municipal Didio Augusto, às 10h45.

A escola está localizada no bairro Limeira um dos mais necessitados socialmente de União da Vitória, o que levou à escolha da 1ª escola para desenvolveu o trabalho. Sandra Konell relatou que trouxe a ideia para o juiz Carlos Mattioli que, de imediato, ofertou os meios e fomentou o desenvolvimento do projeto, por meio da equipe do CEJUSC em parceria com a secretaria de Educação do município.

“Nunca foi tão presente a desigualdade social como agora”, citou o magistrado na ocasião da apresentação da proposta e diante dos colaboradores. Carlos Mattioli reforçou a necessidade e importância de valorizar e colaborar com boas ideias, tendo em vista dificuldades maiores em famílias com menos estruturas e condições educacionais, desde a questão de acesso às plataformas até a ajuda dos pais, em si, no ensino.

O possível atrasado educacional causado pela dificuldade de aprendizagem por meio de plataformas virtuais é o que o projeto pretende recuperar. Tendo nos voluntários o respaldo para trabalhar nesse campo. Nesse contexto, Ricardo Brugnago agradeceu pela parceria com o judiciário e destacou as inúmeras dificuldades existente, depositando confiança no projeto ABC para amenizar esse cenário.

Sandra Konell ressaltou que o objetivo do projeto é trabalhar dentro das individualidades de cada caso e necessidade, buscando informações em relatórios de cada estudante e trabalhando formas de ajudar na aprendizagem. Sempre no foco da importância que a Educação tem para a sociedade e visando compensar possíveis defasagens, proporcionando condições igualitárias para aprender.

0 COMENTÁRIOS

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse.

Ao prosseguir você concorda com nossos termos de uso.