Em Bituruna moeda fictícia incentiva alunos de escolas municipais

(Foto: Assessoria).
(Foto: Assessoria).

O município de Bituruna, integra o programa Cidade Empreendedora, promovido pelo Sebrae/PR, desde o início de 2017. Neste ano, a Administração Municipal, por meio da Secretaria de Educação, implantou o projeto Empreende Bituruna. A intenção foi promover a entrega dos materiais escolares de forma lúdica, com a instituição da moeda Bituruneca.

Além de reforçar aspectos da educação empreendedora, a iniciativa busca valorizar a importância dos materiais em sala de aula. O projeto compreende cerca de 1.500 alunos da Educação Infantil e do Ensino Fundamental – Séries Iniciais da rede municipal.

“Estamos muito felizes e gratos pela parceria com o Sebrae/PR iniciada no ano passado. Mais de 90% dos professores da rede municipal já estão qualificados na Educação Empreendedora, dentro do programa Cidade Empreendedora”, informa o prefeito de Bituruna, Claudinei de Paula Castilho.

O prefeito de Bituruna destaca ainda que a intenção é fazer com que os estudantes se esforcem para conquistar as Biturunecas. “Temos a intenção de oferecer outros materiais não fornecidos pelo município, como mochilas e estojos. Mas, para adquirir, os alunos terão que conquistar essas moedas, como na vida real”, adianta Claudinei Castilho.

O consultor do Sebrae/PR, Elizandro Ferreira, relata que um dos objetivos das ações para a educação empreendedora é justamente desenvolver as habilidades ligadas ao empreendedorismo nas futuras gerações.

“O Sebrae/PR tem uma série de atividades para estimular a educação empreendedora, mas cada município que participa do programa pode implantar ações de acordo com a realidade local. A iniciativa de Bituruna ganha destaque por criar na garotada o espírito empreendedor”, elogia Elizandro.

As Biturunecas

As cédulas da moeda – nos valores de 1,00, 2,00 e 5,00 – foram distribuídas na segunda quinzena de fevereiro, seguindo uma tabela que vai da Educação Infantil 4 (15,00 Biturunecas por aluno) até o 5º ano (27,00 Biturunecas/aluno). Entre os materiais sugeridos para aquisição, estão cadernos, caixas de lápis de cor e cola, entre outros. O projeto será aplicado, novamente, no próximo mês de junho.

0 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta