MANAUS: população “optou” pelo contágio segundo Secretário

Apesar de alertas, a sociedade escolheu manter as aglomerações, confraternizações e fazer festas clandestinas.

Diz O Antagonista que:

Em meio ao colapso de Manaus, o secretário de Saúde do Amazonas, Marcellus Campêlo, disse que os amazonenses “optaram” pela contaminação durante as festas de fim de ano.

Apesar dos alertas, dos decretos, a sociedade fez uma escolha de manter as aglomerações, participar das confraternizações, comemorar Réveillon, fazer festas clandestinas, principalmente. Ou seja, quando a sociedade opta pela contaminação, invariavelmente, 15 dias depois, nós sofremos o pico dessa aglomeração”, afirmou nesta sexta-feira, segundo O Globo.

O secretário, porém, evitou criticar o governador Wilson Lima, que no fim do ano passado recuou e permitiu a reabertura do comércio no estado.

O governador flexibilizou algumas medidas, mas se elas fossem executadas, teriam reduzido em muito. A população, os empresários, a sociedade de modo geral não conseguiu executar, cumprir as determinações.”